Gadoo - Notícias e Curiosidades

Como surgiu o dinheiro?

Compartilhe:

Antes de ser visto em forma de moedas, cédulas, cheque ou cartão de crédito, o dinheiro como conhecemos evoluiu junto com a sociedade, que desde os seus primórdios, valeu-se de objetos para trocar bens e serviços.

De acordo com Heródoto, um famoso historiador grego, o Rei Creso, da Lídia (atualmente Turquia) foi quem mandou cunhar as primeiras moedas, entre 640 e 630 a.C.

Escambo

Usar objetos como meio de troca para obter mercadorias e serviços é um hábito tão enraizado entre os indivíduos quanto a própria vida em sociedade. Entre os astecas, o meio de escambo era o chocolate, assim como o bacalhau seco era utilizado pelos noruegueses da Idade Média.

Até seres humanos já foram utilizados como meio de pagamento em transações comerciais: os irlandeses, por exemplo, utilizavam mulheres escravas para essa finalidade.

Papel e moeda: retrospectiva

A expansão comercial ocorrida na civilização grega no século VI teve como facilitadora a dracma, cunhada em Atenas, um dos primeiros locais no mundo a produzir moedas. Com o sucesso alcançado, ela acabou se espalhando por todo o Mediterrâneo.

Os romanos, por sua vez, no afã de arrecadar mais recursos para financiar o império e seu exército, decidiram misturar diversos materiais à prata utilizada para cunhar suas moedas, resultando numa grande inflação que assolou a nação.

Na Suécia de 1644, com a falta de prata, aproveitou-se o cobre em abundância para cunhar moedas gigantes, que chegavam a pesar 19,7 quilos. Incomodada com a criação, a rainha Cristina promoveu a troca pelo papel-moeda, fazendo com que circulassem as primeiras cédulas pela Europa.


PUBLICIDADE

Fabricando dinheiro

Como surgiu o dinheiro?

Estratégia

A facilidade para a sua troca, bem como o custo de produção relativamente baixo atraíram muitos falsificadores de papel-moeda, desde os primórdios de seu surgimento. Uma das mais célebres fraudes do gênero foi protagonizada pelo governo alemão, que mandou imprimir cédulas inglesas falsificadas para desvalorizar a moeda de seu inimigo.

Os americanos, por outro lado, que precisavam financiar o exército para obter a sua independência, em 1776, enfrentavam o problema da falta de dinheiro para custear essa empreitada. Com vistas a obter recursos, então, foram emitidas as continentals, cartas de crédito cuja aceitação era praticamente forçada pelo governo, que impunha duras penas aos que não quisessem aceitá-las.

Como se desenha o dinheiro?

O responsável por dar vida às imagens que vemos em nossas cédulas de Real é denominado “gravador”, cujo trabalho desempenhado exige extrema concentração e delicadeza. No molde, produzido em metal, o profissional chega a riscar entre três e oito linhas num espaço ínfimo de 1 milímetro, utilizando uma ferramenta chamada buril.

Devido à peculiaridade desse trabalho, que pode destruir semanas de esforços por um erro mínimo de concentração, os gravadores nem sequer trabalham na sexta-feira à tarde, para evitar que a ansiedade pela chegada do fim de semana provoque erros e comprometa todo o serviço já realizado.

E esse grupo de profissionais é bem seleto: no país, menos de 10 gravadores realizam esse ofício, que demanda até 48 dias para se produzir a imagem de uma única cédula.

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo