Gadoo - Notícias e Curiosidades

10 peixes que destroem a Terra devido à ação humana

Compartilhe:

Todos sabem que a raça humana destrói o local em que vive: a Terra. Como se não fosse o bastante, nós ainda o continuamos fazendo mesmo tendo consciência disso.

O que talvez você não saiba é que graças às criações em cativeiro, algumas espécies acabam, por acidente ou incidente, indo parar em habitats que não os seus, o que pode gerar extinção ou mesmo diminuição na população de determinadas espécies.

Abaixo se encontra uma lista com 10 de 100 das espécies animais consideradas as mais invasivas do mundo. Todas as listadas aqui se tratam de peixes.

Peixes que destroem a Terra devido à ação humana

Todos sabem que a raça humana destrói o local em que vive: a Terra. Lista traz 10 peixes que destroem nosso planeta devido à ação humana.

10 – O Peixe-gato andador pode sair da água para ir até outros lagos ou lagoas de água doce, onde vive. Além disso, ele respira ar e possui grande capacidade adaptativa. É comumente encontrado no sudeste da Ásia.

91

9- As carpas comuns são uma espécie que leva riscos a vários ambientes naturais, já que possuem uma capacidade destruição, além de uma grande capacidade de reprodução. Contudo, também é ameaçada de extinção. Elas estão presentes em vários locais do mundo.

92

8 – O Peixe-mosquito é um pequeno animal que se alimenta de larvas de mosquito, e foi levado a várias partes do mundo após ter ajudado a acabar com malária na Rússia. Contudo, ele não pode sobreviver alimentando-se apenas de larvas, e come outras espécies essenciais para o ecossistema.

93

7 – A perca-do-nilo foi levada ao lago Vitória no ano de 1962 e causou um enorme estrago, pois acabou com as outras populações habitantes do lago, o que influenciou todo o ecossistema local. Esse animal é de fácil reprodução.

94


PUBLICIDADE

6 – A truta-marrom é um peixe que concorre com outras espécies trutas e peixes nativos do local onde vive. Além disso, ela pode se relacionar com outros tipos de truta. É originária do norte da África, da Europa e da Ásia ocidental.

95

5 – A truta-arco-íris, como o animal acima, concorre com outras espécies e também pode se relacionar com elas, dando origem a outros peixes. Ela se alimenta de pequenos invertebrados.
Como se não bastasse, uma doença, que afetava somente a elas anteriormente, agora pode afetar a outros peixes. Ela é nativa dos EUA.

96

4 – Os achigãs se alimentam de outros peixes, o que pode causar extinção de espécies nativas, mas seu cardápio não se restringe apenas a peixes. Eles também comem pequenos pássaros e anfíbios. A diminuição significativa de populações de alguns anfíbios em estados norte-americanos se deveu a eles.

97

3 – A tilápia-de-moçambique pode causar uma diminuição na população de determinadas espécies, já que se alimenta de pequenos peixes e também de diversos tipos de planta. Ela se adapta facilmente a temperaturas que variem de -10°C à 37°C. Há registros da espécie em Miami, EUA.

98

2 – O cabeça-de-cobra pode sobreviver até quatro dias fora d’água e consegue “andar” cerca de 400 metros. Alimenta-se de pequenos mamíferos, crustáceos, pássaros e peixes. São oriundos da África e da Ásia, mas também estão presentes nos EUA.

99

1 – O peixe-leão possui nadadeira com pontas venosas e um grande apetite. Como se não bastasse, ele ainda possui poucos predadores. São nativos da região indo-pacífica, mas também habitam a costa leste dos EUA e o norte da América do Sul, incluindo nosso país.

910

Fonte: MegaCurioso

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo