Gadoo - Notícias e Curiosidades

11 relatos que devem ser lidos por quem não acredita no amor

Compartilhe:

Muitas pessoas, infelizmente, não acreditam no amor, mas estas histórias provam que, de fato, ele existe.

Os acontecimentos são reais e mostram que tal sentimento é o mais precioso que podemos ter na vida.

Em uma seleção, confira 11 relatos que devem ser lidos por quem não acredita no amor.

Dá só uma olhadinha:

“Hoje fiquei convencida de que o amor verdadeiro existe. Mamãe estuda em outra cidade e hoje arrumou a mala. Papai estava bem triste e, durante o dia todo a perseguiu. Mamãe perguntou: “Quando eu morrer, como você vai viver?” E meu pai respondeu: “não estarei mais aqui, vou me deitar ao seu lado”.

“Em minhas lembranças, minha avó sempre teve um chouriço na geladeira. Quando meus avós comemoraram 40 anos de vida juntos, minha avó confessou que odiava chouriço e que o comprava e comia apenas porque meu avô gostava. Então meu avô também confessou que sempre detestou chouriço, mas continuava comendo para não ofender minha avó”.

“Estava esgotada. Era de madrugada. Me troquei, me limpei no automático e dormi imediatamente. De manhã, meu marido me contou dando gargalhadas como tentava me incomodar e eu, num sono profundo, disse:
— Amor — disse meu marido
— Você vai me amar ou me incomodar?
— Amar — respondeu ele
E então meu cérebro ainda dormindo lhe respondeu:
— Amar é me deixar dormir!”

Relatos que devem ser lidos por quem não acredita no amor

Seleção traz 11 relatos que devem ser lidos por quem não acredita no amor. Histórias são emocionantes e provam que o amor existe. Foto:© cuncon / pixabay.com  

“Realmente gosto das diferentes coisas feitas com a técnica de patchwork: cobertores costurados com pedaços de pano e brinquedos feitos a mão. Pouco tempo atrás percebi que meu namorado tinha pequenas feridas nos dedos. Em resposta a todas as perguntas, disse que era bobagem. Ontem, quando cheguei do trabalho, encontrei na minha cama um grande coração costurado com milhares de peças de pano de cores diferentes. Imaginei como meu amado se sentou silenciosamente e produziu esse coração precioso, usando a agulha sem realmente saber como fazê-lo; então percebi que é o presente mais incrível que já ganhei na vida”.

“Moro numa casa. Recentemente o aquecedor do quarto quebrou. Fazia muito frio. Liguei para o meu namorado e lhe contei sobre o meu sofrimento. Quando terminei de falar com ele, me abriguei e comecei a ler. Depois de uma hora, ele me ligou: “Saia, comprei um aquecedor. Sei que está muito frio no seu quarto agora”. Então, entendi que o amor não é chamar seu parceiro de “meu céu”, “minha vida” e outras palavras desse tipo. O verdadeiro amor é comprar um aquecedor para a sua amada para que ela não sinta frio”.

“Alguns anos atrás, meu marido e eu tivemos um mau momento: nós dois perdemos nossos empregos e o dinheiro só era suficiente para refeições simples. Para minha má sorte, a sola de meus únicos sapatos descolou. Estava chorando e me preparando para passar todo o mês de tênis. No dia seguinte, meu marido colocou silenciosamente um par de botas de couro na minha frente. Só em algumas semanas percebi que ele tinha vendido a única lembrança que restava de seu pai: um relógio de bolso. Agora, tudo está bem com nossas finanças e, recentemente, consegui encontrar esse relógio em sites especiais. Hoje o relógio está na minha cômoda, aguardando pelo aniversário do meu marido”.


PUBLICIDADE

“Minha filha decidiu ir à loja comprar uma balança depois de sair do trabalho. O jovem vendedor, ansioso para confirmar que a balança escolhida funcionava como deveria, testou-a. Ao ver o resultado, minha filha formulou um veredito: “jovenzinho, você precisa comer mais”. E ela deu ao garoto sua comida: 4 pasteis de carne. Eles estão casados. Não há argumentos contra empanadas de carne”.

“Contei a meu marido que, na infância, sonhava em ser uma fada e montar em um unicórnio. Só até o ensino médio entendi que isso era impossível. Cresci, os sonhos mudaram, mas ainda às vezes quero me sentir como um personagem de conto de fadas. Ontem voltei do trabalho e, no meio da sala, havia uma cadeira de balanço no formato de unicórnio e de outro cômodo, meu amado sai com asas de fada nas mãos. Ele me sentou nesse cavalo mágico dizendo que os sonhos têm de se tornar realidade, começou a jogar glitter em mim, enquanto eu me balançava feliz nas costas do unicórnio. Eu amo esse cara estranho”.

“Pela manhã eu corria sem incomodar ninguém, usando fones para ouvir música. Os raros passantes me sorriam. Estava em um ritmo acelerado e parei para fazer alguns exercícios. E justamente sobre o meu pé caiu um corpo suado. Acontece que um homem correu atrás de mim alguns quilômetros para me conhecer! Nós trocamos números de telefone, ele foi para casa para se trocar, já que seu terno estava encharcado de suor. Ele chegou atrasado no trabalho, seu chefe o perdoou e até o elogiou. Então ele contou a todos com orgulho que tinha valido a pena correr atrás de sua felicidade. Nós estamos casados ​​há 7 anos”.

“Estava no trem e ao meu lado se sentou um casal de avós. Durante toda a jornada, que durou quase três horas, o senhorzinho desenhou em seu bloco de notas um retrato usando um lápis. Quando a avó se mostrou envergonhada, uma vez que todos prestavam atenção nela, ele a encorajou dizendo: “Não se envergonhe, querida, eles te admiram como eu, que, por 40 anos, não consegui parar de fazê-lo”.

“Cinco anos atrás terminei com o meu namorado por causa da pressão de nossos pais. Depois disso, fiz uma tatuagem no meu dedo anelar, como um símbolo de que nunca me casaria. Durante todo esse tempo, nenhum de nós encontrou alguém. Recentemente, consegui um emprego numa pequena empresa, onde o diretor era ele. Conversamos, mas fingimos estar indiferentes um com o outro. Ontem, ele me mandou chamar em sua sala e disse que eram proibidas tatuagens no escritório e, por isso, eu teria de escondê-las. Ele sugeriu que eu fizesse isso com a ajuda de um anel… de compromisso”.

Fonte: Incrível

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo