Gadoo - Notícias e Curiosidades

12 boas razões para atingir o ápice prazeroso

Compartilhe:

Quem já atingiu o ápice prazeroso sabe que a sensação é algo ímpar. No entanto, chegar a este ponto pode ser mais benéfico que se imagina.

Isso porque alguns médicos afirmaram que este ponto pode aumentar a imunidade ou mesmo proteger contra doenças cardíacas.

Abaixo estão 12 razões para se priorizar este tipo de prazer.


PUBLICIDADE

Boas razões para atingir o ápice prazeroso

Quem já atingiu o auge prazeroso sabe que a sensação é algo ímpar. Chegar a tal ponto pode ser mais benéfico que se imagina. Lista traz 12 razões para atingi-lo.

1 – Sexo regular e toques íntimos são importantes para a saúde global do corpo.

2 – Exames de ressonância magnética mostraram que quando uma mulher chega ao ápice, seu cérebro é plenamente ativado, incluindo a região da memória e emoção.

3 – À partir do escaneamento dos cérebros de homens, mulheres, homossexuais, heterossexuais e bi-sexuais, descobriu-se que atingir o pico libera no cérebro a mesma substância química de quando se usa cocaína ou se participa “jogos de azar”.

4 – Homens e mulheres têm oxitocina, hormônio que atua como depressivo natural e que é conhecido como o “hormônio do amor”, liberado após atingirem o auge íntimo.

5 – Pesquisadores britânicos descobriram que atingir o auge pode reduzir os níveis de pressão arterial e estresse.

6 – Atingir o ponto máximo ajuda a relaxar e dormir.

7 – Ter relações íntimas uma ou duas vezes por semana pode resultar em menos gripes e resfriados.

8 – Atingir o pico torna a pele mais brilhante. Além disso, o corpo libera uma grande quantidade de DHEA, um hormônio esteróide antienvelhecimento.

9 – Estimular o ponto principal, área localizada na parede frontal da vagina, a cinco centímetros da entrada, até o pico íntimo, melhora a fase inicial de uma dor de cabeça em uma mulher em até 107%.

10 – Um estudo realizado em Israel descobriu que mulheres com maior incidência de doença cardíaca tinham menos ápices e vice-versa.

11 – Usar salto alto trabalha diretamente os músculos do assoalho pélvico, que estão ligados ao ápice.

12 – E é claro, ele te faz muito feliz!

Fonte: DailyMail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo