Gadoo - Notícias e Curiosidades

22 histórias de família repletas de humor e de amor

Compartilhe:

Toda família possui suas histórias recheadas de amor, cumplicidade e até mesmo de alguns desentendimentos.

Para homenageá-las, trazemos aqui algumas histórias que podem te envolver pela emoção e pela diversão.

Em uma seleção, confira 22 histórias de família repletas de humor e de amor.

Veja só:

“Minha avó me ligou queixando-se que meu avô havia ido a algum lugar, e que tinha sido há bastante tempo. Ela pediu para que eu fosse buscá-lo. Eu respondi: “Sim, sim, agora mesmo eu vejo isso”, enquanto olho meu avô, que está na minha casa. Ele está colocando fogo em um retrato da minha avó. Eles completaram mais um ano juntos na quinta-feira.”

Histórias de família repletas de humor e de amor

Seleção traz 20 histórias de família repletas de humor e de amor. Histórias podem ser comuns na vida de muita gente. Foto:© JarrodAlonge/Reddit  

“Minha avó, de 84 anos, pediu desculpa por estar vestindo camisola na minha frente. Eu respondi que não tinha problema, além do que, ela parecia muito confortável. Depois disso, ela me ofereceu uma das suas camisolas, e eu não pude recusar”.

“Tenho uma filha de 14 anos. Ela sai com um menino também de 14. Muito querido e bem educado. Todos os domingos ele vem visitá-la e ficam o dia todo no quarto da minha filha. Bom, eu não queria incomodá-los, mas de repente pensei: “Vivemos no século XXI. As crianças estão crescendo muito rápido Será que eles estão fazendo um bebê?” Corri até o quarto, quando abri a porta, vi a lâmpada quase apagada, escutei a conversa. Entrei rápido no quarto e meu olhar dizia: “Peguei vocês dois!” E o que eu vi? Minha filha, sentada na poltrona tricotava um cachecol, enquanto o rapaz, recostado no sofá, lia em voz alta. Só consegui dizer:”Querem um chá?“

“Saí hoje para comprar sapatos de inverno. Na loja, ao meu lado, um pai e seu filho pequeno compravam sapatos também. O pai diz: “Você gostou desses mesmo, não é? Olha como ficam bonitos” O menino diz: “Sim, gostei deles” O pai o ajuda a colocar o segundo sapato: “O preço está bom, então nós podemos levá-los” O filho responde, em choque: “Só isso? Não vamos a nenhuma outra loja para olhar mais? Pai, sempre eu quero ir fazer compras com você”.

“Trabalhei durante algum tempo como motoboy de uma loja online. O trabalho não era difícil, sempre os mesmos clientes, mas não é sobre isso que eu quero falar. Minha filha tinha uma aula aberta no jardim de infância, na qual foi perguntado aos alunos em que trabalhavam seus pais. Então a minha filha, com a consciência tranquila disse: “Meu pai entrega sacolas às pessoas, elas ficam felizes e entregam seus dinheiros”. Mais tarde as professoras tiveram de esclarecer que tipo de “sacolas divertidas” eu entrego, afinal.”

“Minha mulher, quando estava grávida, acordou-me durante a noite para que eu a levasse para cheirar os trilhos do trem. Tive de levá-la. Desejo de grávida não se discute, afinal de contas.”

“Conversa com minha filha de 4 anos e 9 meses:
—Mamãe, vamos comprar um monte de peixes pequenos!
—Maria, nós temos dois gatos. Eles vão acabar pegando todos os peixinhos para comer.
—Ah… É verdade, então nós podemos comprar passarinhos então.
—Nossos gatos também podem chegar a comer os pássaros.
—Ah… Tá, então vamos comprar ganso. O ganso eles não vão comer! Porque o ganso quem vai comer somos nós!”

“Meu filho tem 4 anos. Ele não falava, e se comunicava conosco por meio de sinais. Os médicos diziam que ele era apenas preguiçoso, que todos os seus sinais vitais estavam bem. Até que ele começou, finalmente, a falar. Suas primeiras palavras foram: “Me deixem em paz”.

“Meu pai roubou o sabonete do banheiro da minha faculdade dizendo: “Deve ter ao menos algum benefício o fato de que você está estudando aqui pra eu pagar essa fortuna de mensalidade”. Meu pai comprou um pau de selfie. Eis o primeiro registro que me enviou”

“Não sei se todo mundo sabe, mas depois de descobrir a gravidez, além do monitoramento constante do ginecologista, uma mulher deve consultar outros especialistas e fazer um check-up. Depois que eu fui a todos os médicos, reuni os seus diagnósticos. À tarde, fomos tomar chá na casa dos meus pais e meu marido perguntou sobre os resultados: “Esta tudo bem” “O oftalmologista escreveu ’estrabismo convergente do olho esquerdo’. Meu septo nasal está retorcido e eu estou com escoliose” respondi. Meu marido, um pouco sem jeito, perguntou: “Por que você não me disse isso antes do casamento? Nisso, minha mãe respondeu: “Quando ela morava aqui em casa era normal, se ficou retorcida foi depois do casamento”.


PUBLICIDADE

“Minha mãe sempre foi muito severa. Quando eu era pequena frequentava a escolinha. No jardim, houve uma segunda-feira que eu realmente não queri ir à escola. Então ela me disse que se eu fosse durante 5 dias seguidos à escola, ela me daria 2 de descanso. Fiquei muito feliz e fui bem comportada para a escola”.

“Minha filha tem 4 anos. Eu sempre a busco na escola. “Papi, hoje nós vamos brincar de princesas. Eu sou a Elsa” Resolvi brincar com ela “A vermelha, que tem uma mamãe que tem um urso?” “Não!” “A que cruzou o oceano a nado?” “Não!” “A que morava no castelo do monstro?” “Não, não, não!” Minha filha coloca as mãos na cintura, fecha a cara e me diz: “Pronto papai, agora quando chegarmos em casa, nós vamos sentar e estudar as princesas!”

“Papai me criou um verdadeiro homem; ensinou a consertar a máquina de lavar, cortar lenha… Posso fazer qualquer coisa. Tenho minha própria caixa de ferramentas, Ajudo e protejo os mais fracos. Mas o meu esposo não gosta… Também sou mãe e esposa”.

“Meu marido às vezes fala enquanto sonha. Quando eu pergunto a ele sobre isso de manhã, geralmente ele não lembra, Um dia eu resolvi brincar com ele. Quando perguntei: “Amor, você me ama?” ele respondeu: “Sim, te amo”. Então numa outra vez tivemos o seguinte diálogo: “Alex, quem você ama?” “O plástico”. “Que plástico?” “A espuma de poliestireno extrudado” Às vezes é “pior a emenda que o soneto”

“Vi no carro da minha irmã um bigode falso. Ela me contou, como se fosse a coisa mais natural do mundo, que às vezes ela o coloca para dirigir. Meu Deus, que vida mais monótona eu tenho!”

“No Halloween da foto, minha barriga de grávida me ajudou. Apresento a vocês minha fantasia de Super Nacho para mulheres grávidas”

“Meu marido, no nosso casamento, escreveu em um balão daqueles luminosos: “Me levem, eu não conheço essa mulher”.

“Não sou muito dado a frescuras. Se eu deixar algo no chão, junto, limpo soprando e como. Quando tivemos filhos, comecei a me controlar, mas lembro de algo que aconteceu. Estávamos na cozinha, sentados, e minha filha deixou cair um pedaço de bolo no chão. Quando minha esposa foi juntá-lo, minha filha gritou: “Mamãe, não pegue esse pedaço, por favor, ele é do papai!”

“Decidimos ter o segundo filho. Vieram gêmeos. Foi difícil. Eles gritavam muito, especialmente à noite. Uma noite, eu e meu esposo conseguimos fazê-los dormir. Ele foi ao banheiro e eu resolvi beber algo. Sentei tranquilamente na cozinha, no escuro. Meu marido saiu do banheiro e viu que eu não estava com as crianças, nem no quarto, no banheiro sabia que eu não estava, não me viu na escuridão da cozinha e começou a correr pela casa. Entrou na cozinha e ligou a luz. “Eu pensei que você havia fugido!” Ele estava realmente assustado. E eu tenho que admitir, a ideia realmente passou pela minha cabeça”.

“Uma das vantagens de ter uma filha é poder dirigir o Jeep da Barbie dela quando ela bebe demais”.

“Estou de licença maternidade e meu esposo trabalha o dia todo. Ele levanta muito cedo e chega muito cansado no fim do dia. Normalmente eu me levanto com ele pela manhã, faço o café e nos despedimos antes que ele vá trabalhar. Hoje eu levantei e meu marido já não estava. Olhei o relógio e passava das 10. Fiquei chateada comigo mesma porque havia ficado dormindo e nem me despedi. Fui até a cozinha, vi que os pratos estavam lavados, tudo estava nos lugar. Sobre a mesa, um buquê de flores, meus biscoitos favoritos e o seguinte bilhete: O trabalho de mãe é o mais importante de todos. Beijos para os dois“. Não pude segurar as lágrimas”.

“Quando eu era pequena, meu pai sempre me buscava na escolinha, Nunca vou esquecer do dia que um homem estranho veio me buscar e a professora disse que ele era o papai.Mas não era ele! Eu pedi, implorei: “Por favor, não me deixe ir com esse homem!” Ele me levou para a minha casa, onde estava minha mãe. Levou muito tempo até eu aceitar meu pai sem barba nem bigode”.

Fonte: Incrível

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo