Gadoo - Notícias e Curiosidades

7 atitudes consideradas grosseiras que podem dar benefícios aos “mal-educados”

Compartilhe:

Alguns comportamentos em sociedade são vistos como ruins, como ser soberbo ou arrogante, por exemplo. No entanto, cientistas buscam saber como algumas dessas atitudes grosseiras podem dar benefícios para pessoas que os apresentem.

A lista abaixo traz 7 comportamentos entendidos como grosseiros que, no entanto, podem trazer benefícios aos que os praticam.

Confira:

1 – Não se desculpar

Atitudes consideradas grosseiras que podem dar benefícios aos “mal-educados”

Alguns comportamentos em sociedade são vistos como ruins, como ser soberbo ou arrogante, por exemplo. Lista traz 7 atitudes grosseiras que podem lhe dar benefícios.

O pesquisador Tyler Okimoto entrevistou 228 pessoas e buscou saber sobre diferentes comportamentos errados queos participantes tiveram, de “barbeiragens” no trânsito a furtos. Os que não se desculparam apresentaram um maior grau de satisfação pessoal.

2 – Esnobar

101

Uma pesquisa da Universidade da Colúmbia Britânica, Canadá, constatou que vendedores de artigos de luxo que são pessoas “esnobes” venderam consideravelmente mais quando apresentaram tais comportamentos. Isso possivelmente se deveu ao fato de que eles seriam entendedores do que vendem e os compradores seriam meros leigos.

3 – Xingar

102

Um estudo da Universidade Keele de Psicologia, Inglaterra, que envolveu 67 pessoas, pediu aos participantes que escrevessem dois conjuntos de cinco palavras. No primeiro, eles descreveriam uma mesa e no segundo a expressão que designasse sua frustações em acertar o dedo com um martelo. Após isso, eles foram dividos em dois grupos, que realizaram o mesmo teste: colocar a mão dentro de um balde com água em temperatura ambiente e, posteriormente, em um com água bastante gelada.

O “grupo 1” deveria ler as palavras que usaram para descrever a mesa e o “grupo 2”, os “palavrões”. Concluiu-se que o segundo grupo mostrou-se mais tolerante à dor.

4 – Reclamar

103


PUBLICIDADE

Uma pesquisa da Universidade Clemson, EUA, constatou que reclamar demais pode deixar as pessoas mais felizes. Ele foi comandado pela professora Robin Kowalski e contou com 400 voluntários que responderam a um questionário sobre o companheiro atual ou sobre algum ex.

Eles relataram primeiramente as reclamações e em seguida o grau de felicidade que sentiram. Constatou-se que as pessoas que possuíam mais exigência eram mais felizes. Robin explicou que os que reclamam necessitam saber como impor seus desejos.

5 – Ser arrogante

104

Um estudo da Associação Psicológica Americana, em que os participantes testavam seus conhecimentos individualmente e em seguida em dupla, mostrou que ser arrogante pode melhorar a percepção que os outros têm de você.

Os participantes avaliaram suas habilidades e as dos companheiros, e constatou-se que as que se autoanalisaram melhor também foram melhor avaliadas pelos parceiros. Concluiu-se que se é mais competente quando se exalta as próprias qualidades e conhecimentos.

6 – Externar a raiva

105

Para alguns neurocientistas, a raiva é capaz de contribuir para que as pessoas fiquem menos estressadas, porque embora aumente momentaneamente a frequência cardíaca, a testosterona e a pressão arterial, ela diminuiu o hormônio cortisol, responsável pelo estresse, culminando no relaxamento do indivíduo antes da resolução de um problema.

7 – Bancar o idiota

106

Uma pesquisa da Universidade de Surrey, Inglaterra, constatou que há mais executivos de alto nível que criminosos com Transtorno do Narcisismo, ou seja, que têm o ego “nas alturas”. Mas ter o ego em tal patamar pode levar as pessoas a serem taxadas de “idiotas”. Outro estudo, das Universidades de Stanford, Berkeley e Santa Clara, EUA, que contou com 140 pessoas, concluiu que os narcisistas, antissociais, também são os melhores CEOs do mercado, ou seja, pessoas que têm grandes posições em empresas.

Fonte: MegaCurioso

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo