Gadoo - Notícias e Curiosidades

Esta bebida pode pôr fim à vida de um ser humano em pouco tempo. Ela é considerada a mais mortal do planeta

Compartilhe:

Consumir refrigerante é um hábito muito comum, e nós sabemos que essa bebida pode ser extremamente prejudicial para a nossa saúde.

No entanto, existem algumas versões que são consideradas “mais saudáveis”, mas será que isso é verdade?

A publicidade afirma que o refrigerante diet é uma opção que não faz mal, porém ele está ligado diretamente a derrames e ataques cardíacos.

O grande problema é que essa versão contém o adoçante aspartame, além de já possuir os demais problemas das versões normais.

Segundo diversos estudos, essa substância tem relação com a uma lista de doenças, como cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos, defeitos de nascimento, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, e até mesmo a morte.

Esta bebida pode pôr fim à vida de um ser humano em pouco tempo. Ela é considerada a mais mortal do planeta

Post traz informações sobre uma bebida capaz de pôr fim à vida de um ser humano em pouco tempo. Ela é considerada a mais mortal do planeta

A Universidade de Iowa, EUA, realizou uma pesquisa sobre o adoçante e comprovou que ele é altamente prejudicial ao coração, podendo ocasionar várias doenças cardíacas.


PUBLICIDADE

Neste estudo, os pesquisadores concluíram: “Em comparação às mulheres que nunca ou só raramente consomem bebidas dietéticas, aquelas que consomem duas ou mais por dia têm 30% mais probabilidade de terem um evento cardiovascular [ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral] e 50% têm mais probabilidades de morrer de doenças relacionadas”.

Em média, as mulheres que consumiam duas ou mais bebidas diet diariamente eram mais jovens, porém tiveram uma maior prevalência de diabetes, pressão arterial elevada e maior índice de massa corporal.

Esse adoçante artificial é considerado muito pior do que o açúcar refinado e, de acordo com a ciência, há conexões entre o aspartame e problemas como câncer de bexiga, falência dos rins, danificação das válvulas das veias das pernas, tumores cerebrais, lesões cerebrais e linfomas, e retinopatia, que os especialistas atribuem ao diabetes.

Portanto, este alimento não é seguro para o ser humano. Devemos evitar o consumo de alimentos que contenham esta substância ou outros adoçantes sintéticos.

O adoçante considerado mais seguro é o estévia, que é totalmente natural.

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo