Gadoo - Notícias e Curiosidades

Homem de 47 anos é deserdado por pais e filhas mais velhas após se tornar transexual

Compartilhe:

Um homem, pai de seis filhos, decidiu ir em busca da felicidade mudando radicalmente sua vida. Ele se tornou transexual apesar do descontentamento de membros de sua família.

Mark Hughes se transformou em Abby-Grace depois que não conseguiu mais lutar contra seus impulsos femininos. Depois que finalmente teve coragem de se assumir, seus pais e suas duas filhas mais velhas pararam de falar com ele. Mesmo assim, Abby diz que nunca esteve tão feliz em toda a vida.

Agora mulher, Abby, que vivia em Manchester, na Inglaterra, deixou sua antiga vida, incluindo os filhos, ao se mudar para Idaho, nos EUA. Aos 47 anos, ela conta que seus filhos são o maior significado de sua vida.

“Eu continuaria sendo Mark se isso significasse que eu poderia ficar com meus filhos”, contou Abby. “Mas depois que fui diagnosticado com disforia de gênero, minha ex-mulher me pediu para ir embora”, concluiu.

Ela contou que já pensou em cometer suicídio quando ainda era homem. Apesar da distância dos filhos, a transexual garante que é melhor poder ter a oportunidade de vê-los crescer do que interromper sua vida por conta da angústia por ter nascido no corpo masculino.

Homem vira transexual

Mark Hughes se transformou em Abby-Grace e foi deserdado pelos pais e filhas mais velhas.

Abby havia ido até os EUA para se recuperar de um colapso em agosto do ano passado. Ela ficou com um amigo transexual na ocasião, que conheceu online.

À partir daí sua vida mudou. A nova mulher nunca mais voltou para casa. Desde então, o único contato com os filhos é por meio do Skype.

Apesar das crianças mais novas, com idades de três, cinco e sete anos não se importarem com as mudanças, as filhas mais velhas, de 16 e 18 anos se recusam a falar com Abby. “É devastador. Eu nunca fiz nada, a não ser amá-las”, contou.

4


PUBLICIDADE

“Como elas também são mulheres, pensei que poderiam entender, mas elas nem sequer querem saber sobre mim”, continuou. “Só espero que quando estiverem mais velhas e maduras isso possa mudar”, concluiu.

Quando ainda era homem, Abby havia se casado com uma mulher chamada Winnie, e teve sua primeira filha. Eles já tinham três filhos quando a mulher começou e sofrer com estresse e ansiedade por conta de seu transtorno.

5

Aos 28 anos teve seu primeiro colapso, e se separou da ex-companheira. Aos 35 anos, Mark conheceu a segunda esposa, Kelly, com a qual teve mais três filhos.

Ele se apaixonou loucamente por ela. Aos 44 anos, porém, a disforia tornou-se insuportável, e Abby teve outro colapso. Isso fez com que ela tivesse dificuldades de falar, e sequer lembrava dos nomes dos filhos. Foi então que um médico diagnosticou seu transtorno.

6

Em janeira de 2013, já separado de Kelly, Abby resolveu viver como mulher em tempo integral. Ela começou a tomar hormônios e os seios se desenvolveram após alguns meses.

Ela perdeu o trabalho como limpador de janelas e ficou sem dinheiro. Seus pais não quiseram mais saber do “ex-filho”.

7

Ao viajar para os EUA, porém, se reencontrou. Em março do próximo ano ela pretende realizar a operação de mudança definitiva de sexo.

“Eu vivi no corpo errado por mais de 40 anos para manter outras pessoas felizes e quase me matei durante esse processo”, comentou. “Agora finalmente estou pensando em mim”, concluiu.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo