Gadoo - Notícias e Curiosidades

Você sabe a diferença entre as mulheres com quem saiu e aquela com que vai se casar?

Compartilhe:

Você sabe a diferença entre as mulheres com quem saiu e aquela com que vai se casar?

Paul Hudson, um escritor, contou um pouco de sua história no que diz respeito aos relacionamentos que teve, e ele acredita existir uma única qualidade que toda futura esposa deve possuir.

Ele relatou que saiu com tantas mulheres diferentes que perdeu a conta. Quando se envolveu com uma especificamente, começou a se questionar se ela era o amor de sua vida, e entendeu que necessitaria de tempo para descobrir.

Assim, continuou saindo com outras mulheres e tendo relações íntimas com elas. “Me arrependo? Às vezes. Mas não me arrependo de sair com elas. Me arrependo de ter pensado que era disso que eu precisava”, lembrou.

Você sabe a diferença entre as mulheres com quem saiu e aquela com que vai se casar?

Você sabe a diferença entre as mulheres com quem saiu e aquela com quem vai se casar? Conheça a visão do escritor Paul Hudson. Foto: Incrivel.club

A partir daí ele decidiu terminar seu relacionamento porque queria viver a vida de solteiro como estava fazendo. “Entrei de cabeça na vida descontrolada de um jovem de 20 anos. Tudo estava bem, ou melhor, tudo estava ótimo! Até que eu amadureci”, relatou Paul.

Ele afirmou que a maioria dos homens quer apenas se envolver sexualmente com as mulheres e que não procuram ‘algo a mais porque sequer entendem aquilo de que precisam’.

“Você vai falar que uma relação não é apenas sexo, e eu concordo. Sempre pensei assim e, por isso, mesmo nos momentos de festa, procurei um grande amor. Mas sempre achava que não tinha me divertido o suficiente, que a grama do vizinho era mais verde, e, por isso, sempre queria mais. Não tinha a sabedoria para entender que já tinha tudo aquilo de que precisava”, contou.


PUBLICIDADE

O escritor assumiu que a relação perfeita estava diante dele e que nem ele e nem a companheira com quem terminou o relacionamento estavam preparados para ela.

“Estávamos juntos, mas não havíamos amadurecido, não tínhamos inteligência para uma união forte”, concluiu. Depois de chegar a tal ponto, o homem disse que aquela relação foi uma grande experiência, e teve 10 anos de enorme aprendizado.

Segundo afirmou, há uma diferença entre as mulheres com quem saímos e as mulheres com quem nos casamos.

Paul acredita que a química, a atração física e as ideias em comum são base para uma relação apenas no início.

“Para que uma relação seja longa, é preciso mais. A mulher com quem vou me casar deve ser capaz de não seguir suas crenças de maneira cega e ver o mundo de maneira objetiva”, afirmou.

“O grande problema das pessoas é que elas estão certas de que têm razão, e se esquecem de que todos erramos. Muitas vezes sua crença é apenas uma opinião, teorias e pensamentos que você considera uma verdade absoluta.

Quando você está solteiro, isso parece insignificante, mas se está em uma relação, tudo muda”, acrescentou.

Isso porque existem duas opiniões e, muitas vezes, elas são muito diferentes. Assim, os envolvidos, às vezes, discutem, brigam e dizem coisas em que não acreditam ou que não deveriam dizer, o que pode levar à separação.

“Minha futura esposa deve saber disso e aceitar essa dificuldade. Procuro uma mulher que saiba que o mundo pode ser mais que branco e preto, que seja capaz de ver todas as suas cores. Quando você encontrar uma mulher que te ajude a ver o mundo de uma forma diferente, e que entenda que a realidade é volúvel, você terá todas as ferramentas para criar com ela uma linda e estável relação”, finalizou.

Fonte: Incrivel.club

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo