Gadoo - Notícias e Curiosidades

Adolescente transgênero se mata depois de deixar carta de suicídio na internet culpando pais religiosos pela sua morte

Compartilhe:

Um adolescente transexual se matou depois de deixar uma carta de suicídio na internet. Ele culpou seus pais religiosos por sua morte.

Leelah Alcorn, de 17 anos, falesceu na madrugada de domingo (28) em uma rodovia a poucos quilômetros de sua casa. Ele viviam no condado de Warren, em Ohio, nos EUA.

Estudante do ensino médio, ele acusou os pais, cristãos devotos, de se recusarem a reconhecer seu gênero, o proibindo de se vestir e agir de forma feminina.

A nota de suicídio foi postada na conta de Leelah na rede Tumblr. Ela foi agendada para ser exibida algumas horas após sua morte.

“Se você está lendo isso, significa que eu cometi suicídio, e obviamente não vou poder excluir essa postagem”, dizia a publicação.

O jovem dizia que começou a se identificar como menina desde os quatro anos de idade. Aos 14 anos aprendeu sobre o que eram os transgêneros, entendendo, enfim, o que era.


PUBLICIDADE

Adolescente transgênero comete suicídio por rejeição dos pais

Adolescente transgênero comete suicídio por rejeição dos pais religiosos

Leelah se jogou na frente de um veículo e morreu instantaneamente. A mídia local e a antiga escola do jovem tem se referido sobre a notícia trágica usando o nome de nascimento da vítima, Joshua.

A mãe de Leelah, Carla Wood Alcorn, postou uma homenagem ao filho no Facebook, usando seu nome de nascimento e não fazendo menção ao suicídio.

25

O desrespeito à vontade de Leelah irritou muitos membros da comunidade LGBT, os quais criaram um grupo na rede social pedindo justiça ao jovem.

25-2

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo