Gadoo - Notícias e Curiosidades

Barras de sabão feitas com corpos de judeus são vendidas online e causam polêmica na internet

Compartilhe:

Barras de sabão supostamente feitas a partir da gordura corporal de vítimas judias em campos de extermínio nazistas foram vendidas online, provocando horror nas organizações judaicas.

Os artefatos mórbidos foram vendidos por um negociante holandês de antiguidades, que, desde então, entregou-se à polícia.

Duas barras de sabão serão analisadas para ver se elas contêm, realmente, vestígios de restos humanos.

“É triste e repugnante descobrir que existem pessoas que tentam ganhar dinheiro com o holocausto”, disse Ron Eisenman, do CIDI, uma organização judaica. “Nós só podemos assistir e espero que os coletores não participem de tais leilões.”

Barras de sabão vendidas online que são feitas com corpos de judeus causa polêmica

Barras de sabão supostamente feitas a partir da gordura corporal de vítimas judias do holocausto nazista, na segunda Guerra Mundial, foram vendidas na internet.

Há relatos de que os nazistas tenham produzido sabão em grande escala a partir da gordura humana, porém, o que se sabe é que eles o fizeram em pequenas quantidades antes de serem interrompidos pelo chefe da SS (temida tropa de choque nazi), Heinrich Himmler em 1942.


PUBLICIDADE

144

Sabe-se também que eles reciclaram cabelo humano de vítimas dos campos de concentração para usar como peças de máquinas.

O historiador Arthur Haraf disse que o sabão foi encontrado perto de um campo de concentração holandês de Westerbork, ao qual os judeus holandeses foram enviados.

“Este é um ato terrível e contra lei, pois tudo o que for encontrado perto do campo de concentração pertence aos acontecimentos da Segunda Guerra Mundial, e torna-se automaticamente propriedade do Memorial Museum Westerbork”, disse Haraf.

Fonte: Metro

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo