Gadoo - Notícias e Curiosidades

Bebê enviado para casa para morrer “pacificamente” sobrevive depois de mãe lhe dar óleo de maconha

Compartilhe:

A mãe de uma criança que saiu do hospital para casa, onde iria ser deixada para morrer, disse que agora a filha está tendo uma recuperação milagrosa graças à maconha.

Rachael Garner, de 33 anos, foi informada pelos médicos que sua filha Nettie Raenetta – que sofre de paralisia cerebral e epilepsia – tinha apenas alguns dias de vida, depois que ela ficou doente com pneumonia.

Mas, em um ato desesperado para salvar a vida de sua filha, Garner alimentou seu bebê com óleo de cannabis, após ler artigos e revistas médicas.

E para o espanto dos médicos, Garner, uma técnica qualificada em farmácia, afirma que a filha de 19 meses de idade, Nettie, fez uma recuperação notável em apenas um mês.

Bebê enviado para casa para morrer sobrevive

Mãe de Nettie, que estava prestes a morrer, começou a dar óleo de cannabis (usada na produção da maconha) para a filha, que conseguiu sobreviver.

Garner, de Pensacola, próximo da Florida, Estados Unidos, disse que ficou sem acreditar quando os médicos lhe disseram que não havia mais nada que pudessem fazer por sua filha, e que ela deveria ir para casa para morrer “pacificamente”.

88

Ela disse: “Eu não podia acreditar, que nem sequer lhe dessem uma chance. Eu sabia que a maconha tinha ajudado outros, e depois de fazer algumas pesquisas, eu estava convencida de que este tratamento não só seria a melhor opção, mas a mais segura.”


PUBLICIDADE

888

Garner disse que depois de ‘poucos dias’ dando a medicação, a cor de Nettie voltou ao normal. Ela disse: “Foi como se ela acordasse. Ele fez uma mudança tão drástica, a expressão de felicidade no rosto dela foi surpreendente.”

8888

Nettie nasceu com hidrocefalia grave – uma desordem cerebral genética rara que fez com que sua cabeça inchasse com água maciça em vez de tecido cerebral. Mas diferente de ter um cérebro subdesenvolvido, ela nasceu saudável.

Porém, a falta de massa encefálica de Nettie causou seus principais problemas na saúde, e dentro de algumas semanas ela foi atingida por um grandes distúrbios, incluindo epilepsia, paralisia cerebral, atraso no desenvolvimento e cegueira parcial.

Sobre sua decisão de usar a droga, ela disse que Nettie não podia esperar mais. Ela disse que contou com a ajuda da Stephen Carmen de Óleos Carmen CBD, uma fundação de câncer e epilepsia que ajuda no tratamento em famílias que não podem pagar para obter óleos de maconha livres.

Ela recebeu canabidiol, um composto de cannabis sem tetrahidrocanabinol, mais conhecido como THC, – o composto psicoativo da maconha. Nettie levou a primeira dose em 2 de julho e, desde então, Garner afirma que os problemas da criança pararam totalmente e ela é até capaz de suportar o peso de sua própria cabeça.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo