Gadoo - Notícias e Curiosidades

Bebê nasce com cabeça do tamanho da de um adulto e luta para se manter vivo após 40 cirurgias

Compartilhe:

Um bebê que nasceu com a cabeça do tamanho da de um adulto e pesando quase 5 quilos devido a uma condição rara passou por 40 operações para se manter vivo.

Não era esperado que Lydia Rankin sobrevivesse ao nascimento, e seus pais foram avisados que caso isso ocorresse ela viveria apenas por poucas semanas.

Mas a pequena provou ser uma lutadora e, apesar de uma condição de vida limitadora, completou 4 anos de idade.

Bebê nasce com cabeça do tamanho da de um adulto

Lydia Rankin nasceu com a cabeça do tamanho da de um adulto e pesando quase 5 quilos, mas vem desafiando as probabilidades e se mantém vivo após 40 operações.

A menina passou pelas operações, que visaram liberar o líquido de seu cérebro, acumulado desde que nasceu. A primeira foi realizada quando ela possuía apenas seis semanas de vida.

91

Ruth, de 40 anos, de Wigan, Greater Manchester, Inglaterra, e Paul, de 42, ambos pais de Lydia, foram informados que seu bebê possuía holoprosencefalia alobar, doença rara no cérebro. Eles souberam do quadro em um exame durante a gravidez.

Os pais foram informados de que poderiam dar um fim à gravidez, mas não optaram por isso.

92

A condição da criança significa que os dois lóbulos frontais de seu cérebro não conseguiram se separar durante o desenvolvimento e isso a deixou incapaz de andar ou falar.


PUBLICIDADE

93

A menina tem hidrocefalia, acumulação de líquido que faz a cabeça expandir-se, que adquiriu nos últimos meses de gravidez.

Agora, com 4 anos de idade, Lydia, que possui uma sonda nasogástrica na cabeça para liberar os fluidos, ainda é incapaz de mover seus braços e pernas. Para Ruth, que também possui outros filhos – Dylan Disley, de 21 anos, Faye, de 15 e Joseph, de 11 – a filha é um milagre.

94

Falando da condição dramática da menina, a mãe disse: “Nós somos fortes e Lydia ama a vida. Ela sorri durante todo o dia. Ela é incrível”.

A mulher e o marido desistiram de seus empregos para cuidarem, em tempo integral, da filha, que é alimentada através de um tubo e que necessita tomar seis tipos de medicação diariamente.

95

No ano passado Lydia sofreu convulsões e também foi diagnosticada com epilepsia.

A fim de conseguirem um equipamento para que filha não precise ficar o dia todo sentada em sua cadeira de rodas, a família criou uma página na internet para arrecadar a quantia de R$ 20.000.

96

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo