Gadoo - Notícias e Curiosidades

Bebê nasce sem respirar e médicos salvam sua vida lhe congelando embrulhando em plástico-bolha

Compartilhe:

Médicos salvaram um bebê logo após o parto, o congelando dentro de um saco de plástico-bolha, em uma decisão que o livrou de sofrer danos cerebrais.

Rebecca Buckingham, de 40 anos, sofreu para dar à luz seu filho, Theo. Só que o drama não parou por aí, já que as enfermeiras logo lhe informaram que o coração da criança não estava batendo.

Os médicos raciocinaram rápido e embrulharam o bebê em um saco de plástico-bolha, o congelando para impedir que ele sofresse danos cerebrais.

Bebê nasce sem respirar e médicos salvam sua vida lhe congelando embrulhando em plástico-bolha

Médicos salvaram um bebê logo após o parto, o congelando dentro de um saco de plástico-bolha, em uma decisão que o livrou de sofrer danos cerebrais.

As funcionárias do hospital, Angela Feeney e Liz Perkins, participaram do procedimento e o ajudaram a recuperar sua respiração.

61


PUBLICIDADE

Cinco dias após o nascimento, Theo foi mostrado à mãe, que viu que ele estava respirando sozinho, sem ajuda de aparelhos.

Rebecca e seu marido choraram e puderam pegar o filho nos braços pela primeira vez.

62

Após oito dias, Theo teve alta do hospital, e pôde ir para a casa da família, em Kent, na Inglaterra.

Ele se juntou a seus dois irmãos, Mia, de 7 anos, e Jessica, de 4.

63

Theo agora acaba de completar seu primeiro ano de vida, com saúde e muita alegria.

Rebecca disse: “Foi o tratamento de congelamento no plástico que salvou o meu menino – é incrível. Eu não posso agradecer o suficiente aos médicos e enfermeiros.”

A fim de agradecer a equipe médica incrível que salvou Theo, a família tem ajudado na angariação de fundos para a unidade de terapia intensiva neonatal no Hospital William Harvey em Ashford, Kent.

Fonte: TheSun

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo