Gadoo - Notícias e Curiosidades

Casal cuja família não aprovava casamento é morto pelos próprios parentes após união ser formalizada

Compartilhe:

Um casal de jovens indianos, cuja família não aprovou seu casamento, foi esfaqueado até a morte por parentes, apesar de ser ordenado para que a polícia os protegesse.

Sandeep Rani, de 24 anos, e sua esposa, Khushboo, de 22, sabiam que suas vidas estavam em risco depois de se casarem sem a permissão da família da moça, e então pediram a proteção da polícia.

A família de Rani foi até um tribunal, onde um juiz ordenou à polícia para prestar segurança ao casal.

Mas a mãe de Rani, Udham Kaur, disse que quando o casal voltou para a polícia para pedir proteção, eles recusaram honrar a ordem judicial.

Casal cuja família não aprovava casamento é morto pelos próprios parentes

Casal indiano Sandeep Rani, de 24 anos, e sua esposa, Khushboo, de 22, foi morto pelos próprios parentes por se casarem sem consentimento dos familiares.

Depois de voltar para sua aldeia, no distrito de Hoshiarpur (Índia), o casal continuou a receber ameaças de morte, então eles foram para casa de amigos.


PUBLICIDADE

Police Refused Court Order To Help Couple who Were Then Murdered

Quando mais tarde retornou brevemente para a sua casa, na vila Mugowal, cerca de 77 quilômetros da capital Punjabi de Chandigarh, o casal foi atacado e morto por cinco homens mascarados, carregados de espadas e facas.

A família de Rani disse que seu filho foi alvejado por um lado, e quando seu pai, Parkash, tentou protegê-lo, ele também foi esfaqueado. Ele está atualmente em tratamento intensivo.

Depois de matar Rani, os assassinos atacaram gravemente Khushboo. Ela ainda estava viva quando a ambulância chegou, mas morreu pouco tempo depois.

As vítimas, que eram vizinhas, haviam fugido e se casado cerca de três meses antes, contra a vontade da família de Khushboo.

Hoshiarpur chefe de polícia do distrito Rajjit Singh Hundal disse que o assunto está sendo investigado, mas negou que a polícia falhou.

Ele disse que, apesar do fato do casal ter pedido uma ordem de Tribunal Superior para a proteção da polícia, eles tinham, em seguida, decidido que não precisavam.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo