Gadoo - Notícias e Curiosidades

Cientistas descobrem espécie humana desconhecida datada de mais de 2,8 milhões de anos

Compartilhe:

Cientistas descobriram um crânio pertencente a uma espécie humana, até então desconhecida, datada de mais de 2,8 milhões de anos.

A equipe, composta por paleoantropólogos, se deparou com os restos humanos na Câmara Dinaledi, localizada no sítio arqueológico conhecido como “Berço da Humanidade”, na África do Sul.

Agora os especialistas estão tentando montar o esqueleto do que foi descrito como “uma criatura muito, muito estranha” – o Homo naledi.

Lee Berger, da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, e seus companheiros, encontram 15 esqueletos e que acreditam que eles fizeram parte de uma tribo humana.

Os restos de Homo naledi se assemelham ao Homo sapiens, mas teriam “pequenos cérebros”, identificados através do tamanho de seus crânios. Acredita-se que eles possivelmente viveram ao lado de humanos com cérebros maiores.

Cientistas descobrem espécie humana desconhecida

Cientistas descobriram, na África do Sul, um crânio pertencente a uma espécie humana, até então desconhecida, datada de mais de 2,8 milhões de anos. Foto: eLife Sciences

A incrível descoberta deixou até mesmo cientistas perplexos. A morfologia craniana do Homo Naledi foi descrita como única, mas mais semelhante às espécies como o Homo erectus, Homo habilis ou Homo rudolfensis.


PUBLICIDADE

Foto: eLife Sciences

Foto: eLife Sciences

Mais de 20 cientistas estiveram envolvidos na descoberta e publicaram sua extensa pesquisa como parte de equipes de universidades de todo o mundo, incluindo os Estados Unidos, China, Suíça, Austrália, Croácia, África do Sul, Itália e Reino Unido.

Foto: eLife Sciences

Foto: eLife Sciences

Foto: eLife Sciences

Foto: eLife Sciences

Foto: eLife Sciences

Foto: eLife Sciences

Foto: Getty

Foto: Getty

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo