Gadoo - Notícias e Curiosidades

Conheça a história da menina que engravidou aos 4 anos

Compartilhe:

Uma peruana que engravidou aos 4 anos de idade é considerada a mãe mais jovem do mundo. Seu primeiro filho nasceu quando ela tinha 5 anos.

Lina Medina deu à luz em 1939. Sua gravidez foi descoberta pelo seu pai, Tibúrcio Medina, que havia notado o tamanho anormal da barriga da filha e pensou que ela estaria possuída pela cobra Apu. Segundo as crenças locais, tal cobra invadia a pessoa e crescia dentro do corpo até causar a morte de seu hospedeiro.

O homem levou a filha para consultar os xamãs da região. Depois que ela foi levada ao Hospital de Pisco, sob suspeita de tumor abdominal, o médico, Dr. Gerardo Lozada, deu o diagnóstico: Lina estava grávida.

Conheça a história da menina que engravidou aos 4 anos

Uma peruana que engravidou aos 4 anos de idade é considerada a mãe mais jovem do mundo. Seu primeiro filho nasceu quando ela tinha 5 anos.

O próprio cirurgião ficou chocado com o caso. A criança já estava no sétimo mês de gestação.

Dr. Lozada levou a paciente até a capital do país, Lima, para que outros especialistas confirmassem seu diagnóstico. A cesariana ocorreu no dia 14 de maio de 1939, data em que era comemorado o dia das mães no país.

2

Lina Medina deu à luz um menino pesando 2,7 kg, que recebeu o nome de Gerardo. A escolha foi em homenagem ao médico que fez o parto.


PUBLICIDADE

A gravidez foi possível graças a um desequilíbrio hormonal. Lina menstruou pela primeira vez aos 8 meses de vida. Seus seios começaram a se desenvolver quando ainda tinha 4 anos, e aos 5 já demonstrava alargamento pélvico e maturação óssea avançada.

3

Segundo a equipe médica que participou da cesariana de Lina, ela possuía um aparelho reprodutor maduro. O caso é extremamente raro de puberdade precoce.

O pai da peruana chegou a ser preso acusado de incesto, mas foi libertado após alguns dias por falta de provas. Outro suspeito de ter engravidado Lina é seu próprio irmão, que sofria de deficiência mental.

Mesmo sendo mãe, Lina agia como qualquer criança de sua idade e mais brincava do que cuidava do filho. Gerardo foi criado por uma das tias e passou a infância acreditando ser irmão de sua verdadeira mãe. Ele só descobriu a verdade quando tinha 10 anos, e faleceu aos 40 anos vítima de uma doença na medula óssea.

Lina nunca comentou sobre o assunto. Ela se casou com Raúl Jurado em 1972, com quem teve, no mesmo ano, um segundo filho. Até hoje ela vive no Peru, em uma região pobre e violenta, conhecida como “Paraíso dos Ladrões”.

Sua foto mais recente mostra a mulher aos 32 anos, saindo do consultório de Gerardo Lozada, de quem era secretária.

Com base em biópsias, radiografias do esqueleto fetal ainda no útero e diversas provas fotográficas da época, a comunidade internacional constatou que o caso de Lina é autêntico.

Fonte: 2il

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo