Gadoo - Notícias e Curiosidades

Devoção na índia: 4 décadas de braço erguido!

Compartilhe:

No mundo ocidental e oriental existem inúmeras crenças e tipos de devoção que, para alguns, podem ser muito estranhas – como é o caso do indiano Sadhu Amar Bharati, que está há mais de 4 décadas com o braço erguido em prol de sua veneração ao deus hindu Shiva.

Como tudo aconteceu…

Sadhu é um homem que vive em um país onde a pobreza é extrema e impactante, com pessoas que vivem na mais completa miséria. Ele, porém vive uma realidade oposta, por ser membro de uma família de classe média.

Por devoção ao seu deus, Sadhu tentou, a princípio, fazer algo que pudesse agradar a Shiva. Então, ele passou cerca de três anos como mendigo, abdicando assim de sua família, filhos e esposa.

Braço erguido

Por questões culturais, Sadhu estava convicto de que aquele sacrifício ainda não era suficiente para honrar a Shiva. Foi aí, então, que ele resolveu erguer um de seus braços (direito) para o céu e, até hoje, não mais o abaixou. Um detalhe: desde que tomou essa decisão, em 1973, já se passaram mais de quatro décadas.


PUBLICIDADE

Sadhu Amar Bharati

Homem fica 4 décadas com braço erguido

Talvez você esteja pensando em como ele suporta a dor e o cansaço, mas, de acordo com o devoto, com o passar do tempo, as dores foram diminuindo e ele passou a não sentir sequer a dormência no membro. Atualmente, seu braço já está atrofiado, portanto, ele não precisa fazer qualquer esforço para mantê-lo erguido.

É bem verdade que Sadhu não é a melhor “figura” de se ver, por sua aparência. Suas unhas não são cortadas desde que se entregou à penitência, o que as fez crescerem enroladas em espiral.

Achou o sacrifício individual de Sadhu insano? Ele não é o único, pois seu gesto acabou arrebanhando seguidores, que ficaram dez anos com o braço erguido. Haja devoção!

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo