Gadoo - Notícias e Curiosidades

Diretora de abrigo para animais se suicida após ser forçada a sacrificar 700 cães

Compartilhe:

Uma diretora de um abrigo público para animais em Taiwan cometeu suicídio depois de se tornar perturbada com o número de cães que teve de matar.

Jian Zhicheng, que também era médica veterinária no “Xinwu Animal Protection and Education Centre”, tinha 31 anos de idade e se tornou perturbada após receber mensagens de ativistas em defesa dos direitos dos animais.

Ela havia sido chamada, entre outros nomes, de ‘açougueira’, depois que o número de animais que ela precisou sacrificar foi divulgado.

A mulher injetou drogas em si própria e foi encontrada em mal estado. Jian foi internada, mas não sobreviveu. Em um bilhete deixado, a veterinária explicou que estava angustiada após ter eutanasiado 700 cães em dois anos.

As mortes se deram porque o abrigo não possuía espaço suficiente para alocar os animais dentre suas 600 vagas, sendo 500 para cães e 100 para gatos.

Diretora de abrigo para animais se suicida

Jian Zhicheng, médica veterinária e diretora do “Xinwu Animal Protection and Education Centre”, em Taiwan, cometeu suicídio após sacrificar 700 cães em apenas dois anos.

2


PUBLICIDADE

3

4

5

6

7

Fonte: DailyMail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo