Gadoo - Notícias e Curiosidades

Esposa descobre novo casamento de marido, o denuncia e homem pode acabar preso por bigamia

Compartilhe:

O fotógrafo de eventos e casamento Simon Lack, de 44 anos, está enfrentando uma sentença de prisão depois de admitir ser bígamo.

Simon Lack, de Northampton, casou-se com Tanya em uma cerimônia no Canadá há 12 anos, antes de se mudarem para o Reino Unido.

Sua esposa na época foi avisada que teria de voltar para ao seu país de origem, e Simon prometeu seguir com ela, uma vez que ele havia vendido suas posses.

Mas em vez disso, Simon escolheu permanecer em Northampton, e sua esposa não foi capaz de se dar ao luxo de voltar para o Reino Unido.

Esposa descobre novo casamento de marido e o denuncia por bigamia

Fotógrafo de casamento Simon Lack pode ser preso após ser denunciado por esposa, dizendo que ele cometeu bigamia ao se casar com outra sem se divorciar dela.

Enquanto ele fingia para a esposa que estava se preparando para se juntar a ela no Canadá, começou a ver outras mulheres depois de se cadastrar em sites de namoro na internet.

11

Na última segunda-feira Simon admitiu uma acusação de bigamia quando ele apareceu na Corte de Northampton.

A procuradoria disse: “O réu passou por sites de namoro e estava vendo outras pessoas durante o seu casamento. Há evidências deste fato no Facebook.”


PUBLICIDADE

111

Em 2006 ele conheceu outra mulher através de um site de namoro, e embarcou em um caso, deixando de contar a ela que ele já era casado com Tanya.

1111

Simon, que também tinha uma ex-mulher chamada Catherine, usou seus papéis do divórcio para enganar sua terceira mulher a acreditar que seu casamento com Tanya tinha acabado.

11111

Em 2008 o casal apaixonado, que tinha se conhecido há 2 anos, casou-se em uma outra cerimônia, já que a nova esposa que não sabia do caso não resolvido de Simon.

O homem foi preso depois que sua esposa, que ele deixou no passado, suspeitou do marido e chamou a polícia.

Angela Hudson, sua advogada, disse que era um “caso muito incomum”.

Magistrados adiaram o caso por três semanas para dar tempo para que um relatório pré-sentença fosse preparado.

A pena máxima para a bigamia é de sete anos de prisão.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo