Gadoo - Notícias e Curiosidades

Estudantes garantem notas razoáveis colocando hino e mensagem de aniversário em redação do Enem

Compartilhe:

Os critérios de avaliação do MEC sobrea correção das redações do Enem vêm sendo questionados após a divulgação dos espelhos das provas.

Dois estudantes, um do Rio Grande do Norte e outro da Paraíba, escreveram em meio a suas redações hino e mensagem de aniversário. O contexto do tema era “Publicidade Infantil em questão no Brasil”.

Francisco Elias da Silva, de 26 anos, de Alto Rodrigues (RN), alegou que resolveu “homenagear” seu clube de coração, o Flamengo e descreveu um trecho do hino rubro-negro no terceiro parágrafo de sua redação.

Estudantes garantem notas razoáveis colocando hino e mensagem de aniversário em redação do Enem

Os critérios de avaliação do MEC sobrea correção das redações do Enem vêm sendo questionados após a divulgação dos espelhos das provas.

“Sabemos que a criança é repetidora daquilo que ouve e que vê. Quando eu era criança ouvi um hino que nunca mais esqueci, guardei na memória. Esse hino diz assim”, escreveu antes de colocar o hino. Mesmo com a brincadeira, ele obteve 660 pontos.

1

O rapaz cursa Ciências Contábeis em uma faculdade particular no município de Assu. Segundo ele, foi a quarta vez que realizou a prova.

Já o paraibano Francinaldo Guedes Pereira, de 16 anos, alegou estar contagiado pelo clima de aniversário, já que, no dia da redação (9 de novembro de 2014), comemorava mais um ano de vida.

“Esse tipo de propaganda no Brasil é permitido, são proibidos em alguns países porque a propaganda infantil é vista como atração de crianças a despertarem um querer pelo produto proposto. Que tem essa finalidade porque é meu niver”. Sua redação obteve 600 pontos.


PUBLICIDADE

O jovem disse que se lembrou de outros estudantes que obtiveram notas razoáveis se arriscando com brincadeiras na prova, como receitas de bolo e miojo.

Ele alega que vai realizar a prova novamente este ano, mas não vai brincar na redação.

Segundo o Enem, as redações passam por cinco critérios para não terem as notas zeradas. O candidato deve demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa,

compreender a proposta da redação e aplicar os conceitos das áreas de conhecimento a fim de desenvolver corretamente o tema solicitado. Além disso, ele deve demonstrar uma clara organização, relacionamento de ideias e interpretação de informações, fatos, opiniões e argumentos defendendo seu ponto de vista.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira), vinculado ao MEC (Ministério da Educação), que é responsável pelo Enem, se pronunciou na tarde da última quarta-feira (14) sobre o assunto.

Segundo o presidente do instituto, José Francisco Soares, o sistema de correções não é falho. Após ler um trecho da prova de Francinaldo ele mencionou que a mensagem sobre o aniversário não estava descontextualizada.

“Nosso sistema está completamente equilibrado. São dois corretores. Se há discrepância, vai para um terceiro. Os corretores são acompanhados por um conjunto de indicadores todo o tempo. Temos um painel que a gente sabe como cada professor está se comportando”, informou Soares. “O que está ocorrendo é que as pessoas estão sugerindo parte desconectada quando na verdade não é”.

O espelho das provas de redação do Enem 2014 estão disponíveis desde o dia 8 de maio de 2015.

Por conta das polêmicas, o MEC alegou que irá efetuar uma nova mudança nas correções de tal prova. Dois corretores farão a avaliação e, caso haja diferença superior a 100 pontos, um terceiro avaliador determinará a nota do aluno.

Fonte: EBC e Uol

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo