Gadoo - Notícias e Curiosidades

Homem mais sujo do mundo: sem teto queima tudo para viver no meio das cinzas

Compartilhe:

Um homem sem teto está sendo considerada a pessoa mais suja da Europa – e porque não, do mundo. Ele dorme enterrado em uma pilha de cinzas quente.

Ludvik Dolezal, de 58 anos, queima tudo o que encontra pela frente. Ele já queimou seu colchão e edredon a fim de conseguir o “monte perfeito” de restos de fogo para dormir.

O homem, porém, não vivia assim. “Um ano atrás eu simplesmente decidi sair do meu emprego. Desde então, tenho de ficar aqui com o fogo”, contou. Ele é chamado de “demônio dos contos de fadas” por transeuntes.

Dolezal conta que tinha jaquetas, botas, colchões e edredons, mas queimou tudo porque não tinha mais fogo aceso para se manter aquecido. “As pessoas me ajudam trazendo pneus velhos para que eu posso queimá-los”, disse.

Ele vive em uma antiga fazenda abandonada, e o que se diz é que sofre de um distúrbio psicológico que o faz querer compartilhar sua vida com fogo e cinzas.

Ludvik Dolezal

Ludvik Dolezal é considerado o homem mais sujo do mundo por viver no meio de cinzas.

Apesar do inverno rigoroso de sua cidade natal, Novy Bydzov, na República Chca, ele usa poucas mantas para combater o frio. Sua pele acabou ficando escura por conta da fumaça.

Sua saúde, porém, está sendo afetada. Os problemas respiratórios começaram a se tornar rotineiros por conta do fogo e fumaça gerada. O homem ainda fuma cigarros o tempo todo. “Eu respiro melhor quando fumo”, contou.

Dolezal recebe cerca de R$ 250 por mês em benefícios do governo. Ele dá toda a quantia a uma loja que disponibiliza tudo o que precisa para se alimentar.


PUBLICIDADE

Ludva

Ludva

3

4

5

6

7

8

9

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo