Gadoo - Notícias e Curiosidades

Homem quase perde nascimento da filha porque estava traindo mãe da criança com a vizinha

Compartilhe:

Um homem quase perdeu o nascimento de sua filha porque estava traindo sua esposa grávida com sua vizinha.

Adam Pellow, de 25 anos de idade, deixou sua esposa, Tasha Jenkin, de 23, de Falmouth, Cornwall, Inglaterra, sofrendo contrações e esperando-o no hospital por 3 horas. Somente depois que o rapaz chegou foi que a gestante deu à luz sua filha Neveah.

Três anos mais tarde a verdade do atraso veio à tona. A vizinha do casal, cuja identidade não foi revelada, enviou uma mensagem a Tasha, através do Facebook, e revelou que Adam estava fazendo sexo com ela naquele dia.

O jovem havia começado um relacionamento secreto com a “outra” ainda quando a esposa estava grávida, e continuou até quando a filha tinha cinco meses de vida.

A mulher traída contou que ela e Adam estavam juntos há apenas seis semanas quando ficou grávida de Neveah, que hoje tem 5 anos.

A partir daí ela disse ao namorado que ele poderia deixá-la se não estivesse interessado em continuar o relacionamento, mas ele não quis. Eles, então, passaram a morar juntos. Atualmente os dois estão separados e só “se dão bem” pela filha.


PUBLICIDADE

Homem quase perde nascimento da filha porque estava traindo mãe da criança com a vizinha

Adam Pellow, de 25 anos, quase perdeu o nascimento de sua filha, Neveah, porque estava traindo sua esposa grávida, Tasha Jenkin, de 23 anos, com sua vizinha. Foto: Freelance Commission

Tasha com a filha Nevaeh, agora com 5 anos. Foto:  Freelance Commission

Tasha com a filha Nevaeh, agora com 5 anos. Foto: Freelance Commission

Foto:  Freelance Commission

Foto: Freelance Commission

Foto:  Freelance Commission

Foto: Freelance Commission

Adam com a filha Nevaeh

Adam com a filha Nevaeh. Foto: Freelance Commission

Fonte: TheSun

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo