Gadoo - Notícias e Curiosidades

Homem se transforma em mulher aos 42 anos e se arrepende 8 anos mais tarde, realizando nova operação

Compartilhe:

Um homem chamado Walt Heyer, que teve uma operação para mudar de sexo e se transformar em uma mulher quando tinha 42 anos, acabou se arrependendo e, 8 anos mais tarde, quis reverter a mudança.

Ele acredita que o desejo de mudar de gênero provém de um trauma psicológico, ocorrido quando um tio abusou dele intimamente quando ainda era criança.

Agora, aos 74 anos de idade, Walt age como um conselheiro para aqueles que consideram realizar uma cirurgia de mudança de sexo. De acordo com ele, os procedimentos médicos psicológicos, antes do procedimento, são inadequados.

Homem se transforma em mulher aos 42 anos e se arrepende 8 anos mais tarde

Walt Heyer se transformou em mulher aos 42 anos e se arrependeu 8 anos mais tarde, realizando cirurgia novamente nos EUA.

Walt Heyer, antes de se transformar em mulher, era visto com um homem bem casado, pai de dois filhos. Mas foi então que ele decidiu se submeter à cirurgia de mudança de sexo aos 42 anos, para se tornar uma mulher. Decisão que mais tarde ele descreveu como um “tremendo processo destrutivo” em sua vida.

33

Walt afirma que centenas de pessoas estão cometendo o mesmo erro, porque os cirurgiões não estão avaliando corretamente os motivos dos pacientes para recorrer à mudança.


PUBLICIDADE

Na primeira transformação de Walt em Laura Jensen, suas genitais foram removidas e ele também recebeu implantes de mama. Um tratamento para reduzir o cabelo no rosto e outro de hormônios estrogênio foram realizados durante o tempo que ele era mulher.

333

Apesar de lidar com a transição física difícil, ele descreve que a verdadeira batalha foi enfrentar a discriminação cruel em sua vida profissional.

Afirma-se que pessoas como Walt, que acreditam ter nascido em um corpo errado, sofrem de disforia de gênero.

Walt, no entanto, garante que sua confusão de gênero foi causada simplesmente por seu ambiente e as relações familiares.

Ele disse: “Depois que eu estudei psicologia percebi que é impossível transformar biologicamente alguém de um gênero para o outro, e esse é o momento em que você percebe que ele é o estado psicológico, e não médico.”

Depois de oito anos de vida vivendo como Laura Jensen em San Francisco, nos EUA, ele teve que realizar outra cirurgia para voltar a ser homem, apesar dos gastos com o procedimento e os danos irreparáveis a sua saúde e relacionamentos.

Walt diz que várias pessoas lhe procuram hoje antes de ter uma mudança de sexo, perguntando também como lidar com um possível arrependimento.

Ele afirma que uma boa consulta psicológica pode resolver o problema, evitando o enorme gasto com a cirurgia de transformação, além da dor de cabeça, caso exista arrependimento.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo