Gadoo - Notícias e Curiosidades

Investigação afirma que adolescente com medo de banheiro, que morreu após passar 2 meses sem evacuar, poderia facilmente ter sido salva

Compartilhe:

Uma adolescente que morreu de uma parada cardíaca causada por constipação após ficar dois meses sem evacuar ,teve seu caso revisto e constatou-se que sua morte era inteiramente evitável.

Emily Titterington, de 16 anos, possuía uma fobia de ir ao banheiro para realizar suas necessidades fisiológicas.

Após dois meses sem evacuar, a jovem sofreu o colapso em sua casa, em Cornwall, Inglaterra, e morreu. O caso aconteceu em fevereiro de 2013.

Na época, um exame post-mortem revelou que a adolescente tinha uma “enorme extensão de seu intestino grosso” causada por um acúmulo de fezes, o que culminou por comprimir sua cavidade torácica e deslocar seus órgãos.


PUBLICIDADE

Investigação afirma que adolescente que morreu após passar 2 meses sem evacuar, poderia facilmente ter sido salva

morreu, depois de ficar dois meses sem evacuar por medo de banheiro.

Mas uma revisão do caso foi realizada e revelou que os vários profissionais que a atenderam durante o tempo em que buscou por ajuda médica para sua condição, não agiram porque acreditavam que os pais dela haviam criado ou “induzido” sua doença.

Além disso, a revisão do caso descobriu que houve uma falta de continuidade em todo o sistema de saúde e que nenhum líder clínico tratou seu problema crônico de saúde.

Como nada foi feito para ajudar a condição de Emily, ela sofreu o colapso.

Na audiência que tratou do caso, concluiu-se que a morte era inteiramente evitável.

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo