Gadoo - Notícias e Curiosidades

Jovem com problema cardíaco supera problema ao começar a se exercitar com pole dancing

Compartilhe:

Tess Dunn, de 23 anos, de Tiptree, em Essex, tinha 17 anos quando entrou em colapso com dores no peito e foi diagnosticada com um buraco em seu coração.

Ela foi informada de que seu coração era uma “bomba-relógio”, e que provavelmente não atingiria seu aniversário de 30 anos.

Os médicos também alertaram que praticar esporte estava fora de questão, porque qualquer movimento brusco poderia matá-la, mas Tess descobriu que o pole dancing era uma forma de exercícios que poderia praticar, porque a atividade envolve movimentos controlados que não causam grandes esforços a seu coração.

A aluna de Cambridge afirma que os exercícios têm fortalecido os músculos ao redor de seu coração, e no próximo ano já está definida para aparecer em outdoors e cartazes em todo o Reino Unido, na campanha publicitária da Fundação Britânica do Coração.

Jovem com doença cardíaca supera problema ao começar a fazer pole dancing

Tess Dunn mudou sua vida ao começar praticar pole dancing, após ser negada por médicos a praticar qualquer outro tipo de esporte que fizesse risco à sua condição rara no coração.

Tess disse que seu novo hobby ajuda a combater a grave batalha de saúde que enfrenta todos os dias.

99


PUBLICIDADE

Ela disse: “Eu não posso correr ou fazer a maioria das formas de exercício, então eu pensei que a melhor coisa para mim era tonificar os músculos. Então, eu olhei na internet e descobri a aptidão pelo pole dancing como minha melhor opção.”

Tess nasceu nas Filipinas e foi submetida a uma operação para remover dois terços do seu pulmão direito, após a inalação de cinzas vulcânicas quando criança.

999

Ela foi adotada por seus pais britânicos, Val e Chris Dunn, quando tinha apenas três anos.

Sua hipertensão pulmonar é um resultado da síndrome de Eisenmenger, um tipo de defeito cardíaco causado por um grande buraco entre as duas câmaras cardíacas inferiores.

9999

Isso faz com que o sangue circule de forma anormal no coração e retorne para os pulmões em vez de ir para o resto do corpo.

Este, perigosamente, aumenta a pressão nas artérias pulmonares até um ponto onde o coração se esforça para manter-se funcionando.

99999

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo