Gadoo - Notícias e Curiosidades

Juiz determina fechamento de loja que vendia placentas humanas para consumo

Compartilhe:

Uma loja que vendia placenta humana para o consumo foi fechada por um juiz que considerou haver um elevado risco de contaminação por bactérias aos que consumissem o produto.

A especialista Kathryn Beale, de 41 anos, fornecia as “iguarias” em Swindon, na Inglaterra, por afirmar que sua ingestão traz uma enorme quantidade de benefícios à saúde humana.

Ela, no entanto, foi proibida de fazê-lo depois que o juiz distrital Simon Cooper alegou que as placentas ofereciam um sério risco de contaminação por bactérias.


PUBLICIDADE

Juiz determina fechamento de loja que vendia placentas humanas

Juiz Simon Cooper, de Swindon, na Inglaterra, proibiu a venda de placentas por temer epidemia bacteriana. A proprietária do negócio alegou que não há risco.

O juiz disse temer uma epidemia, já que a loja também fazia vendas online.

144

Kathryn afirmou que o crescimento das bactérias é “improvável”.

Fonte: Metro

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo