Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mãe divulga imagem de bebê nascido com 24 semanas para confrontar leis de aborto

Compartilhe:

Emily Caines, de 25 anos, de Somerset, e o marido, Alastair Caines, de 29, divulgaram a fotografia de alguns momentos da filha Adelaide logo após ela nascer, na esperança de abrir o debate sobre o aborto.

A lei atual no Reino Unido permite o aborto no prazo de até 24 semanas de gestação. No entanto, Emily afirma que seu bebê era um “humano completamente formado” neste momento.

Ela disse: “Nossa imagem mostra que Adelaide não era um feto, mas sim um ser humano completamente formado. Pensar que o bebê poderia ser legalmente retirado por razões de uma escolha de estilo de vida é horrível para mim.”

Mãe divulga imagem de bebê prematuro

Emily Caines divulgou a imagem de sua filha recém-nascida, com 24 semanas de gestação, para conseguir alertar e conscientizar as pessoas sobre as leis de aborto no Reino Unido.

Emily deixou claro que complicações médicas posteriormente foram responsáveis pela morte de sua filha.


PUBLICIDADE

33

Os médicos do Hospital Southmead, em Bristol, foram obrigados a fazer o parto de Adelaide prematuramente, em dezembro do ano passado, no entanto, ela morreu uma hora depois de nascer.

333

Ciente de que os prazos para o aborto é um tema quente, Emily espera que liberando a imagem de sua filha durante seu curto período de vida, ela e o marido possam ajudar a conscientizar as pessoas a pensarem bem antes de realizar o procedimento abortivo.

Fonte: Metro

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo