Gadoo - Notícias e Curiosidades

Marido pega prisão perpétua após assassinar esposa grávida e bebê em gestação para ficar com amante

Compartilhe:

Lisa Techel, uma esposa recém-casado com um bebê a caminho, foi assassinada enquanto dormia. Seth, seu marido, perdeu toda a sua família em um único tiro.

Lisa, de 23 anos, e Seth, de 21, eram namorados desde o ensino médio. Eles só estavam casados havia sete meses e viviam juntos em um trailer, em uma pequena cidade rural em Iowa (EUA), com pouco mais de 600 habitantes.

Lisa trabalhou na cadeia do condado e foi um vice-xerife reserva. Ela também tinha esperanças de se tornar uma investigadora criminal. Seth tinha uma paixão também por fazer cumprir a lei. Ele era um bombeiro voluntário e queria ser um funcionário da prisão.

Marido pega prisão perpétua após assassinar esposa grávida para ficar com amante

Seth Techel, agora com 23 anos, matou esposa Lisa Techel, que estava grávida, para ficar com amante, mas acabou preso e condenado à prisão perpétua.

Lisa estava grávida de quatro meses, o primeiro filho do casal. Mas Seth tinha uma amante secreta, e vinha recebendo mensagens de Rachel McFarland, uma colega do trabalho, há meses.

99

Seth acabou prometendo que abandonaria sua atual esposa para ficar com Rachel. Mas, como ele não sabia a forma de se libertar de sua esposa e de seu bebê, resolveu assassiná-la.


PUBLICIDADE

Lisa estava dormindo em casa, quando Seth entrou com a arma e atirou em sua esposa, acertando o peito. Ela morreu rapidamente, junto com o bebê.

Seth depois foi para o chuveiro para lavar a prova. Quando saiu, ele ligou para a polícia e agiud e forma histérica.

“Minha esposa levou um tiro!” ele chorou. Seth disse que tinha ouvido um tiro enquanto estava no banheiro, e tinha acabado de ver sua esposa mortalmente ferida.

Ele disse que alguém havia entrado na casa. A comunidade toda ficou devastada. A polícia acabou interrogando o marido, mas depois o libertou.

Nos anos seguintes, a família de Lisa tentou de tudo para que Seth fosse condenado. Seth não se declarou culpado perante o tribunal.

Sua equipe de defesa argumentou que sua reação histérica na morte de sua esposa trazia o verdadeiro sentimento de um homem inocente.

Rachel McFarland discordou. Quando ela testemunhou, disse que Seth ia pedir a Lisa o divórcio. “Ele queria ficar comigo”, disse ela.

Pouco antes do assassinato, Rachel disse que Seth estava com ciúmes dela falar com outros homens. “Esse é o ponto, quando ele me disse apenas para dar-lhe mais duas semanas”, disse ela.

Em julho deste ano, Seth Techel, agora com 23 anos, foi considerado culpado do assassinato em primeiro grau de sua esposa.

Em setembro, no tribunal do Condado de Monroe, em Albia, ele foi condenado à prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional.

Seth recebeu mais 25 anos pela morte de feto de Lisa.

Na audiência, os atormentados entes queridos de Lisa confrontaram o homem que eles haviam recebido em sua família. Eles disseram que estavam sofrendo pesadelos, tomando medicação para combater o stress e agora têm problemas de confiança.

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo