Gadoo - Notícias e Curiosidades

Menina de 3 anos que nasceu com doença pulmonar crônica e paralisia cerebral luta para ser adotada antes do Natal

Compartilhe:

Uma menina de que nasceu com doença pulmonar crônica e paralisia cerebral vem esperando para ser adotada.

Grace, de 3 anos de idade, pesava cerca de 600 gramas apenas quando nasceu prematura com 25 semanas de gestação.

Ela foi colocada aos cuidados de pais adotivos temporários, chamados Paul e Jill, esta última de 57 anos, da região de Midlands, Inglaterra, onde vivia com irmãos e primos, todos adotivos.

Durante a gravidez sua mãe biológica sofreu de pré-eclâmpsia grave, pressão arterial elevada, bem como excesso de proteína na urina e edema, tornando-se incapaz de cuidar da criança.

Menina de 3 anos que nasceu com doença pulmonar crônica e paralisia cerebral luta para ser adotada

Grace, de 3 anos, que nasceu com doença pulmonar crônica e paralisia cerebral, e que espera para ser adotada, recebeu centenas de pretendentes para cuidá-la após aparecer na mídia.

Os médicos temiam que ela nunca pudesse andar, mas a jovem desafiou todas as expectativas e foi capaz de conseguir até mesmo correr.

3


PUBLICIDADE

Apesar de fazer um progresso notável desde seu nascimento, Grace ainda sofre com a paralisia e tem infecções pulmonares regularmente. Ela também tem problemas para comer e precisa ser monitorada durante a noite quando está doente.

A menina viveu na casa dos pais adotivos temporários por um bom tempo e com a esperança diária de ser adotada verdadeiramente, mas sem sucesso.

2

Fizeram-se apelos para que ela fosse definitivamente adotada antes do Natal deste ano, e depois que sua história comovente foi divulgada por parte da mídia do país, a menina recebeu centenas de ofertas de pessoas de todo o Reino Unido, dispostas a integrarem-na em suas famílias.

4

Os interessados entraram em contato com a First4Adoption, agência encarregada da adoção, e os funcionários esperam encontrar uma família para dar um lar definitivo a Grace, priorizando as que já foram aprovadas para adotarem alguma criança.

Jill e Paul, que tem cinco filhos biológicos e 11 netos, cuidaram de mais de 40 crianças nos últimos 19 anos.

Fonte: Mirror e Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo