Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher abusada pelo pai de suas filhas mata as crianças dizendo que se não poderia ficar com elas, marido também não ficaria

Compartilhe:

Uma mãe que vivia em Heckmondwike, West Yorkshire, Reino Unido, esfaqueou suas duas filhas pequenas até à morte porque temia que o pai das meninas as levasse embora.

Samira Lupidi, de 24 anos de idade, usou uma faca de cozinha com uma lâmina de 25 centímetros para atingir nove vezes no peito cada uma de suas filhas – as meninas Jasmine Weaver e Evelyn Lupidi, de 17 meses e 3 anos, respectivamente.

A mulher acreditava que o pai das meninas, Carl Weaver, de 31 anos, pretendia levar as filhas em poucas semanas.

Após cometer o crime, Samira disse: “É culpa dele. Agora ele tem uma razão para me matar. Se eu não posso tê-las, ele não pode tê-las também. Ele estava vindo para me pegar. Eu tinha que fazer isso”.

Mulher abusada pelo pai de suas filhas mata as crianças

Samira Lupidi, mulher abusada pelo pai de suas filhas e que vivia em Heckmondwike, West Yorkshire, Reino Unido, matou as crianças esfaqueadas.

Isso porque a mulher havia sido esbofeteada duas vezes por Carl na noite anterior e acreditava que ele a mataria em breve.


PUBLICIDADE

1

Após o crime, Samira quis se matar. O tribunal que tratou do caso ouviu que a mulher admitiu homicídio culposo, mas nega as acusações de assassinato.

Grande parte do caso vai girar em torno do estado mental da mulher na época dos assassinatos. O julgamento continua.

3

5

7

11

13

Fonte: DailyMail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo