Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher com doença renal desafia probabilidades médicas e se torna a primeira no mundo a dar à luz gêmeos enquanto realiza sessões de diálise

Compartilhe:

Uma mulher britânica tornou-se a primeira no mundo a dar à luz gêmeos enquanto se submetia a diálise renal. Os médicos advertiram Sarah Pearce que ela nunca seria capaz de dar ter bebês, já que temiam que a pressão intensa do tratamento tivesse a deixando incapaz de suportar ter seus próprios filhos.

Mas Pearce desafiou as probabilidades médicas e conseguiu engravidar e dar à luz seus filhos gêmeos. A nova mãe recebeu seu filho e filha, Henley e Harper, por cesariana em uma operação de emergência.

Durante a última década, Pearce tem enfrentado diálise três vezes por semana, depois de ter sido diagnosticado com doença renal grave. Os gêmeos foram entregues 12 semanas mais cedo que o previsto, na ala da maternidade Jessop de Sheffield, Henley.

Ambos estão sendo atendidos na unidade de cuidados especiais onde permanecerão até que tenham alcançado 40 semanas, já que nasceram de forma prematura.

Sarah Pearce

Sarah Pearce já havia perdido bebê anteriormente, mas engravidou novamente e conseguiu dar à luz filhos gêmeos, mesmo estando realizando sessões de diálise para sobreviver.

“Fiquei chocada no início, quando descobri que estava grávida, mas estou tão feliz que eles estão aqui e bem. É inacreditável. É tudo que eu sempre quis, ser mãe “, disse Pearce.

44

Ela foi diagnosticada com cicatrizes nos rins incuráveis, que afeta a capacidade de seus órgãos para filtrar os resíduos do sangue, quando tinha apenas seis semanas de idade.

444


PUBLICIDADE

Sentindo-se cansada e com falta de energia, Pearce, de Rawmarch, Rotherham, foi colocada na lista de transplante de rim. A correspondência foi encontrada e ela recebeu um transplante com 12 anos, mas três anos e meio mais tarde, os médicos descobriram que o corpo dela estava rejeitando o órgão.

4444

“O transplante significava que eu não tinha que ir para a diálise, mas quando os meus resultados de sangue voltaram a mostrar que eu estava rejeitando o órgão, tive que começar tudo de novo”, disse ela.

44444

As mulheres com insuficiência renal muitas vezes são desaconselhadas a engravidar por causa da alta taxa de complicações para o bebê. Muitas mulheres em diálise apresentam anemia – glóbulos vermelhos baixos – e mudanças hormonais.

444444

Dois anos atrás, Pearce deu à luz um filho, Karter, que era prematuro com somente três meses, e acabou morrendo depois de apenas 4 semanas em vida. Ela acabou entrando em uma grande depressão, e com o risco da situação semelhante voltar a ocorrer depois de novamente engravidar, os médicos lhe perguntaram se ela queria um aborto.

4444444

Mas Pearce foi inflexível, e disse que iria passar pela gravidez novamente. Agora os três (mãe e filhos) estão bem, se recuperando do difícil parto.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo