Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher é presa após realizar cerimônia de ressurreição para menino de 2 anos supostamente “possuído”

Compartilhe:

Uma mulher foi presa depois de causar lesões a um menino de 2 anos afirmando que ele estava possuído. Ela realizou cerimônia de ressurreição à criança.

Aracely Meza é esposa do pastor Daniel Meza, que preside os cultos de uma igreja em sua casa. Eles vivem no Texas, EUA, onde cerimônia ocorreu.

A mulher que não é mãe da criança foi acusada de omissão e causar lesões ao menino. Testemunhas contaram que os familiares diziam que o menino estava possuído por demônios. Ele também passou 25 dias sem comer.

Mulher é presa após realizar cerimônia de ressurreição para menino supostamente “possuído”

Aracely Meza, que não é mãe da criança, foi presa nesta segunda feira (13) por tentar ressuscitar o menino que ela dizia estar possuído.

A polícia foi até a casa no dia 26 de março para fazer uma investigação sobre o bem-estar da vítima, e foram informados pelos moradores que uma criança de dois anos de idade havia falecido.


PUBLICIDADE

166

A cerimônia de ressurreição ocorreu quatro dias antes, em uma tentativa de trazer a criança novamente à vida. Ela foi filmada pelos presentes.

Meza aparentemente utiliza óleos para tentar trazer o menino de volta à vida. Ao mesmo tempo, ela ora e fala em outros idiomas durante a cerimônia, a qual tem duração de horas. Ela também chama Jesus para “dar vida” à criança.

1666

A acusada foi levada em custódia na segunda-feira (13).

Relatos não confirmados sugerem que o menino de dois anos de idade, nunca visto por vizinhos e com nome não divulgado, pode ter morrido de fome ou de queda de uma cadeira.

Os pais da criança levaram o corpo para o México no dia seguinte. Uma investigação está em andamento.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo