Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher esconde gravidez várias vezes e mata oito de seus bebês por não querer usar contraceptivos

Compartilhe:

Uma mulher que foi enviada para a prisão por ter matado oito filhos recém-nascidos porque não queria usar contraceptivos foi condenada a nove anos de detenção.

Dominique Cottrez, uma ex-assistente de enfermagem, de 51 anos, foi jugada em um tribunal na França por ter cometido infanticídio, morte de crianças, com oito de seus filhos, como um “meio de contracepção”.

De acordo com a mulher, ela alegou que todas as crianças eram filhas de seu próprio pai, Oscar Lempereur, que começou a abusar dela quando esta possuía apenas oito anos de idade.

Mulher esconde gravidez várias vezes e mata oito de seus bebês

Dominique Cottrez matou oito de seus bebês como meio de contracepção, e relatava que eles eram fruto dos abusos que sofreu do pai. Ela foi condenada a 9 anos de prisão.

Ela disse que tinha muito medo de ir a um médico buscar uma forma convencional de controle de natalidade.

2


PUBLICIDADE

Dominique possuiu um marido, já falecido, e duas filhas, e relatou que sua obesidade, já que ela pesava mais de 150 quilos, escondia a gravidez do parceiro, da família, de amigos e vizinhos.

O júri, de nove pessoas, entendeu que Dominique possuía “capacidade mental diminuída”, e ela foi condenada a nove anos de prisão, dos quais já cumpriu cinco em regime de prisão preventiva. A mulher pode ganhar a liberdade em um ano.

Pierre-Marie Cottrez e sua filha Virginie.

Pierre-Marie Cottrez e sua filha Virginie.

A mãe me questão relatou pensar que os filhos eram frutos dos abusos que o pai havia cometido contra ela, mas um exame revelou, mais tardiamente, que as os bebês eram filhos de seu próprio marido.

Virginie Cottrez.

Virginie Cottrez.

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo