Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher proibida de ter filhos por ser considerada burra demais muda de país para manter guarda de criança após dar à luz

Compartilhe:

Uma mulher que foi considerada “burra demais” para casar ou ser mãe fugiu para outro país para ter seu terceiro filho.

Kerry McDougall, de Fife, na Escócia, uma jovem de 22 anos, foi considerada inapta a criar filhos por assistentes sociais de sua cidade, devido às suas condições mentais, já que tinha dificuldades de aprendizado.

Assim, ela e o namorado, Mark, de 31 anos, fugiram para Belfast, na Irlanda do Norte. Lá ela foi considerada apta, pelo serviço social local, ao que lhe foi negado na Escócia.

No novo país eles se casaram e tiveram dois filhos.

Mulher proibida de ter filhos por ser considerada burra demais muda de país para manter guarda de criança

Kerry McDougall, de 22 anos, teve dois filhos tomados pela justiça da Escócia por ter problemas mentais, mas fugiu para a Irlanda para realizar seu sonho de ser mãe.

Contudo, quando voltaram para Fife, tiveram suas crianças, de 3 e 5 anos, tomadas pela justiça e postas para adoção.


PUBLICIDADE

11

Depois disso, Kerry ficou grávida pela terceira vez e voltou para a Irlanda com Mark para que pudesse ter o filho, Patrick, sem que lhe fosse tirado.

Agora o casal vai recorrer à justiça para ter o direito de criarem seus filhos na Irlanda.

111

Quase chorando, Kerry disse: “Eu não posso descrever o que se sente quando se tem os filhos retirados de você”.

1111

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo