Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher que comia sapos vivos quando criança sofre dores de cabeça agonizantes e descobre parasita de oito centímetros vivendo em seu cérebro

Compartilhe:

Uma mulher que comeu sapos vivos quando era criança descobriu um parasita de oito centímetros vivendo em seu cérebro. Ela passou por uma cirurgia para removê-lo de sua cabeça.

Yin Meng, de 29 anos, havia se queixado de dores de cabeça ao longo dos últimos seis anos. Durante o trabalho ela acabou desmaiando e foi levada às pressas para um hospital de Zhaoyang, província de Yunnan, na China.

Foi então que os médicos descobriram que existia algo crescendo em seu cérebro.

Mulher que comia sapos vivos quando criança sofre dores de cabeça e descobre parasita em seu cérebro

Uma mulher que comeu sapos vivos quando era criança descobriu um parasita de oito centímetros vivendo em seu cérebro. Ela passou por uma cirurgia para removê-lo.

A paciente acabou recebendo alta e tomou os medicamentos prescritos para controlar as fortes dores de cabeça e apreensões que vinha passando. Ela, porém, sofreu mais um desmaio.

CEN_FrogEater_01.jpg


PUBLICIDADE

Seu namorado, Shan Tu, de 30 anos, afirmou que ficava cada vez mais preocupado com os ataques e convulsões que a companheira vinha sofrendo. “Quando ela caiu mais uma vez foi a gota d´água”, comentou.

Yin foi internada em no mesmo hospital. Desta vez, os cirurgiões resolveram submetê-la a uma operação, mesmo sabendo do risco. Durante a cirurgia eles removeram um fino e longo parasita branco do cérebro da paciente. O parasita chamado Sparaganosis vinha crescendo no interior do corpo da mulher há anos.

111

Segundo um porta-voz do hospital, o parasita atacava seu sistema nervoso.

O Sparaganosis pode ser contraído pela ingestão de água contaminada ou ao alimentar-se de um sapo ou cobra infectada. Ele é transmitido ao entrar em contato com uma ferida abera à partir do hospedeiro. Normalmente afeta o cérebro ou o olho.

Ao acordar da operação e ser informada sobre o que ocorrera, Yin rapidamente entendeu o que tinha ocorrido. Ela alegou que quando tinha cinco anos comeu sapos vivos junto da avó. Ela ainda mencionou se lembrar da sensação do sapo pulando quando passava por sua garganta.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo