Gadoo - Notícias e Curiosidades

Pai morde propositadamente filho bebê para evitar que ele se tornasse homossexual

Compartilhe:

Um homem acusado por sua companheira de ter mordido seu filho, um bebê, para que a criança não se tornasse homossexual, está sendo investigado.

A atitude com fim infundado foi descoberta quando a mãe do menino notou os ferimentos no filho e confrontou o companheiro.

Depois disso ela levou o caso ao conhecimento de assistentes sociais. A agressão ocorreu na casa da mulher, em Bogotá, Colômbia.

Segundo a mulher, o pai da criança acreditava que mordendo o filho e causando dor a ele, o impediria de se tornar gay. O homem contou isso à mulher rindo.

Neste momento ele supostamente mordeu o criança na frente da companheira, que queixou-se à polícia. Segundo afirmou, os oficiais se recusaram a tomar qualquer providência a respeito, sugerindo que as marcas tivessem sido causadas por um gato.


PUBLICIDADE

Pai morde filho bebê para evitar que ele se tornasse homossexual

Pai de Bogotá, Colômbia, é acusado por sua companheira de ter mordido seu filho, um bebê, para que a criança não se tornasse homossexual, e está sendo investigado.

Depois disso ela levou o caso ao conhecimento de assistentes sociais, que consideram a possibilidade de lhe tirar a guarda do menino.

2

As identidades e idades dos envolvidos não foram reveladas.

3

Fonte: DailyMail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo