Gadoo - Notícias e Curiosidades

Pesquisa indica que ir à igreja diminui as chances de ter câncer

Compartilhe:

Uma nova pesquisa sugere que ir à igreja pode diminuir as chances de as pessoas terem câncer aumentando suas expectativas de vida.

Dr. Tyler VanderWeele, professor de epidemiologia da instituição educacional Harvard T.H. Chan School of Public Health, em Boston, EUA, analisou a participação de mulheres que frequentavam a igreja e sua posterior morte.

Ele usou dados do Estudo de Saúde das Enfermeiras e afirmou: “Nossos resultados sugerem que pode haver algo importante sobre participação em cultos religiosos para além da espiritualidade solitária. Parte do benefício parece ser o fato de que assistir aos serviços religiosos aumenta o apoio social, desencoraja fumar, diminui a depressão e ajuda as pessoas a desenvolver uma perspectiva mais otimista ou esperançosa sobre a vida”.

As mulheres que iam à igreja mais de uma vez por semana tiveram um risco 33% menor de morte em comparação com mulheres que nunca frequentaram os serviços religiosos.

Ir à igreja diminui as chances de ter câncer

Nova pesquisa do professor Dr. Tyler VanderWeele, de Boston, EUA, sugere que ir à igreja pode diminuir as chances de as pessoas terem câncer. Foto: REX

As que participaram da igreja semanalmente tiveram um risco 26% menor e aquelas que participaram menos que uma vez por semana tiveram um risco 13% menor.


PUBLICIDADE

Foto: Getty

Foto: Getty

O estudo indicou, ainda, que as mulheres que participaram dos serviços religiosos mais que uma vez por semana tiveram um risco 27% menor de morte por doença cardiovascular e um risco 21% menor de morte por câncer em comparação com mulheres que nunca frequentaram.

Foto: Harvard

Foto: Harvard

No entanto, os pesquisadores admitiram que não puderam identificar as razões por trás da aparente descoberta revolucionária, mas supõe que ela esteja relacionada com otimismo e senso de comunidade no combate aos efeitos do estresse e da depressão.

Foto: Getty

Foto: Getty

Os autores também observaram limites em generalizar os resultados porque o estudo se consistiu principalmente de cristãs brancas, e as participantes eram enfermeiras com nível socioeconômico semelhante e que estavam conscientes de sua saúde.

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo