Gadoo - Notícias e Curiosidades

Viúva passa 43 anos vivendo disfarçada de homem para conseguir cuidar de sua filha

Compartilhe:

Uma mulher passou 43 anos vivendo como um homem para conseguir cuidar de sua filha.

Sisa Abu Daooh, de 65 anos, estava grávida de seis meses de seu primeiro filho e vivia em uma comunidade altamente conservadora, na cidade de Luxor, no Egito, quando seu marido morreu.

Incapaz de sustentar a família como uma jovem mãe solteira, com 21 anos apenas, e sem vontade de se casar com um homem que não amava, Abu Daooh decidiu raspar a cabeça, vestir-se como homem e procurar emprego.

Viúva passa 43 anos vivendo disfarçada de homem

Viúva egípcia Sisa Abu Daooh, de 65 anos, viveu como homem durante 43 anos para que pudesse ganhar dinheiro suficiente para sustentar sua filha.

Seu primeiro emprego foi como construtora de tijolos, mas à medida que a idade avançou ela se tornou engraxate.

111

Mesmo tendo revelado seu sexo depois de tanto tempo, e agora livre da ameaça de assédio íntimo que contou sofrer “quando mulher” em sua juventude, Abu Daooh disse que vai continuar a passar o resto de sua vida como um homem.


PUBLICIDADE

“Meus irmãos queriam me casar de novo… durante todo esse tempo eles continuaram trazendo novos noivos para mim”, disse ela.

Abu Daooh disse que é difícil, para uma mulher, deixar sua feminilidade, mas que ela faria qualquer coisa pela filha. Como essa era a única maneira de ganhar dinheiro na época, já que ela é analfabeta, ela disse que não se arrepende.

A mulher ainda contou que desistiria do disfarce quando a filha se casou, mas o genro adoeceu gravemente e ficou impossibilitado trabalhar.

Apesar disso, Abu Daooh contou que nunca mentiu sobre seu sexo e que nunca negou ser uma mulher quando fora perguntada a respeito.

Ela também disse que um grande número de pessoas em sua cidade sempre soube que ela era mulher e a chamavam por um nome feminino, sendo o disfarce usado no local apenas para evitar abusos ou preconceito por seu sexo.

Agora Abu Daooh foi nomeada “a mãe mais dedicada da cidade,” pelo governo local.

No fim de semana ela conheceu o presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, para receber um prêmio pelo reconhecimento de 40 anos de sacrifício pela família.

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo