Gadoo - Notícias e Curiosidades

Homem com doença terminal está prestes a se tornar o primeiro a receber transplante de cabeça no mundo

Compartilhe:

Um homem com doença terminal está prestes a se tornar a primeira pessoa do mundo a passar por um transplante de cabeça. A operação deve ocorrer no próximo ano.

Valery Spiridonov, um cientistas de computação de 30 anos, possui amiotrofia espinhal do tipo Werding-Hoffman. A condição é a mais grave da doença.

Ele deve ser submetido à cirurgia liderada pelo médico italiano Sergio Canavero. O cirurgião chamou atenção nas últimas semanas afirmando ser capaz de cortar a cabeça do paciente e acoplá-la com saúde a um corpo saudável.

Homem com doença terminal está prestes a se tornar o primeiro a receber transplante de cabeça no mundo

Um homem com doença terminal está prestes a se tornar a primeira pessoa do mundo a passar por um transplante de cabeça. A operação deve ocorrer no próximo ano.

Spiridonov afirmou temer a operação, mas disse que não há outra possibilidade já que seu estado de saúde piora a cada ano.

222

O médico admitiu possuir todas as técnicas necessárias para realizar o transplante de cabeça com sucesso. Ele afirmou que inicialmente realizará o procedimento apenas em pacientes que possuam doença envolvendo partes musculares.

Transplante de cabeça já foi realizado em macacos. O primeiro destes ocorreu há 45 anos. O animal faleceu oito dias depois devido a não adaptação da cabeça ao novo organismo. Recentemente houve um transplante de cabeça em um rato.


PUBLICIDADE

2222

Por conta do transplante, Canavero tem sido referenciado em todo o mundo como Dr. Frankenstein.

A operação está prevista para durar 36 horas. O custo deve chegar a R$ 34,7 milhões.

22222

O corpo usado seria de um doador com morte cerebral, mas tendo todos os órgãos em bom funcionamento.

Canavero deve cortar o corpo do doador e paciente ao mesmo tempo na medula espinhal, utilizando uma lâmina extremamente afiada para garantir um “corte limpo”. Uma substância chamada polietileno glicol seria usada para colar a cabeça no novo corpo.

222222

Os músculos e sangue seriam abastecidos com o paciente colocado em coma por quatro semanas a fim de ser impedido de mover a cabeça e corpo. Quando acordasse ele já seria capaz de mover-se normalmente, mantendo, inclusive, sua própria voz.

O médico acredita ser necessária uma equipe composta por 150 profissionais.

2222222

Fonte: Daily Mail

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo