Gadoo - Notícias e Curiosidades

Homens que mantém celular no bolso podem ficar incapacitados de se tornarem pais

Compartilhe:

Testes mostraram que homens que ficam com celular no bolso podem correr o risco de terem seus espermas cozidos.

Uma investigação científica apontou que a quantidade de espermatozoides dos homens que mantinham seus respectivos telefones nos bolsos de suas calças por, apenas, uma hora diária, caiu significativamente. Isso poderia impedi-los de fazer filhos.

De acordo com o que Gedis Grudzinskas, consultor em fertilidade no Hospital St. George, em Londres, Inglaterra, afirmou, os homens precisam pensar em seu bem-estar e tentar deixar de serem viciados em seus telefones.

O estudo monitorou 106 pessoas do sexo masculino durante um ano e descobriu que 47% dos considerados “viciados em celular” (que usavam o aparelho quatro vezes maios do que o índice considerado normal) possuíam uma quantidade menor de espermatozoides.


PUBLICIDADE

Homens que mantém celular no bolso podem ficar incapacitados de se tornarem pais

Testes mostraram que homens que ficam com os celulares no bolso podem correr o risco de terem os espermas cozidos e, consequentemente, não poderem ser pais. Foto: Julian Hamilton/Daily Mirror

A professora Martha Dirnfeld, da Universidade Technion, em Haifa, Israel, disse que imagina-se que a queda do número se deu pelo aquecimento dos telefones e também pela atividade eletromagnética destes.

Foto: PA

Foto: PA

Manter o aparelho em áreas próximas à da virilha, usá-lo quando estiver carregando e até mesmo mantê-lo em uma mesa de cabeceira parece reduzir ao número de esperma.

Mas nem todos os especialistas concordaram com a teoria. O professor Alan Pacey, um cientista da Universidade de Sheffield e que pesquisa fertilidade, insistiu que continuará usando seu telefone no bolso.

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo