Gadoo - Notícias e Curiosidades

Cotidiano de um designer gráfico / web

Compartilhe:

Existem diversos tipos de designers na atualidade, tais como: de jóias, de interiores, gráfico, web, de produtos, entre outros. Se você gosta de trabalhar com arte e tecnologia e tem criatividade de sobra, porém, a melhor opção de carreira é a de designer gráfico ou web designer.

Sobre a profissão e o profissional…

Há relatos de que tudo se iniciou entre o final do século XIX e começo do século XX, por ocasião da Revolução Industrial.

Essencialmente, o papel do designer é o de transmitir uma informação, através do apelo gráfico. Sendo assim, será que os homens das cavernas poderiam ser considerados “designers”, por transmitirem seus recados em suas pinturas rupestres?

De toda forma, esse é um tema digno de uma longa discussão. O fato é que, ao longo dos séculos, essa profissão teve uma grande contribuição da “onda tecnológica”, principalmente a partir da década de 80, com o uso dos computadores.

Designer gráfico e Web designer. Qual a diferença?

Muitas empresas contratam um único profissional para desenvolver funções de um designer gráfico e web. Entretanto, existe diferença nos jobs (trabalhos) desenvolvidos por eles.

O designer gráfico, por exemplo, trabalha com a criação de peças impressas, ou seja, anúncios de revista, jornal, cartazetes, papelaria (cartões de visita, timbrado, pasta), banners, entre outras coisas. Já o web designer produz peças voltadas para a internet, como: newsletter, e-mail marketing, banners digitais, layouts de site e afins.


PUBLICIDADE

Designer gráfico/web

Cotidiano de um designer gráfico/web

As ferramentas de trabalho

As principais ferramentas para um designer gráfico são: Photoshop, Illustrator, InDesign e CorelDraw, que são programas utilizados também pelos web designers à exceção do InDesign. Além disso, por trabalharem com peças para a internet, estes últimos também necessitam utilizar o Dreamweaver.

Os web designers acabam, muitas vezes, utilizando linguagens de programação em seu trabalho. Para que o entendimento seja facilitado, esse profissional, diferentemente do designer gráfico, torna-se uma mistura de programador com designer, pois ao mesmo tempo que ele cria, também desenvolve.

Locais de trabalho

Esses profissionais gráficos podem trabalhar em agências de publicidade e propaganda, em gráficas, rádios e empresas que possuam departamentos de criação. Agora, os web designers também podem trabalhar em empresas de tecnologia, pois estão mais habituados à web, podendo desenvolver layouts, inclusive de softwares.

Salários

De acordo com a ADEGRAF – Associação dos Designers Gráficos, o salário de um profissional gráfico junior é de pouco mais de R$ 3 mil. Para o designer pleno, o valor é superior aos R$ 4 mil e, por fim, para a função de designer sênior, o salário pode chegar a mais de R$ 6 mil.

Agora, para um web designer junior, o salário chega a R$1.500. Para o pleno, R$ 2 mil e para o sênior, pouco mais de R$ 3 mil.

É claro que essa é apenas uma estimativa de valores, que variam de acordo com sua experiência, com a empresa, com o sindicato a que a empresa está ligada, sua formação acadêmica, etc.

Estamos falando de uma área dinâmica, fora da rotina e com prazos acelerados. Você toparia essa carreira?

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo