Gadoo - Notícias e Curiosidades

Robô japonês de aparência incrivelmente realista confunde uma a cada duas pessoas que pensam se tratar de humano de verdade

Compartilhe:

Um robô japonês de aparência feminina realista foi criado e está enganando uma a cada duas pessoas, que imaginam que a máquina seja um humano. Algumas pessoas até dizem que ela é uma mulher muito sensual.

Chamada de “Actroid F”, a máquina mede cerca de 1,70 metros de altura, é capaz de piscar os olhos, responder ao contato visual e também reconhecer a linguagem corporal.

O pesquisador e roboticista mexicano Dr. David Silvera-Tawil queria descobrir se a máquina poderia ser confundida com uma pessoa “de carne e osso”.

Robô japonês de aparência incrivelmente realista confunde uma a cada duas pessoas

“Actroid F”, robô japonês de aparência feminina realista, foi criado por Yoshio Matsumoto e confundiu uma a cada duas pessoas que o viram as fazendo pensar que são humanos.

Um vídeo em que o robô aparece respondendo a alguns comandos foi postado no YouTube no ano de 2010, mas recentemente alguns espectadores têm ido ao site para comentar a respeito da “boneca”, e muitos disseram a acha “sexy”.

2

Um usuário escreveu: “Gostaria que existissem estes robôs antes de me casar com minha ex-mulher”. Outro acrescentou: “É estranho se eu achar que ela é bonita?”.

Outros internautas se mostraram desconfortáveis, pois não souberam dizer se o que viam era uma mulher ou máquina.


PUBLICIDADE

3

Geminoid – assim chamado porque é uma réplica idêntica de seres humanos e opera remotamente – foi desenvolvido pelo renomado designer de robôs, o Professor Yoshio Matsumoto, no Instituto Nacional de Ciência Avançada e Tecnologia Industrial em Tóquio, Japão.

Dr. David, da Universidade New South Wales, na Austrália, disse que experimentos foram realizados e que as reações e as respostas das pessoas que tiveram contato com geminoids foram de se sentirem ansiosas, nervosas e até mesmo com medo.

4

Em um dos experimentos, “Actroid F” ficou sentada perto de duas pessoas e cerca de metade dos participantes disseram não poder diferenciar o robô de um ser humano real.

5

A investigação não acabou e o pesquisador disse que o próximo passo é estudar se um ser humano pode se acostumar a interagir com Androides geminoids em longo prazo, reduzindo o medo e a ansiedade das pessoas que tem contato com ele.

Fonte: Mirror

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo