Gadoo

Mulher perde quase 70 kg, por medo de que filha sofresse bullying por ter mãe obesa, e se torna professora fitness

Wendi Huggett, de 40 anos, chegou a pesar 133 kg, o que causava dores para se movimentar, além de medo e vergonha de que sua filha sofresse por isso na escola.

Ela mudou completamente seu estilo de vida e agora pesa 64 kg, além de dar cinco aulas de Zumba por semana, para ajudar outras pessoas a melhorem a saúde.

Wendi engordou depois de ter sua filha, Tierney, agora com 14 anos, quando sofreu de uma depressão pós-parto severa, na qual encontrava alívio apenas quando comia.

Wendi Huggett perdeu aproximadamente 70 kg após sofrer dores para se movimentar e ter medo de que a filha sofresse bullying na escola por ter uma mãe obesa.

Quando Tierney completou três anos, Wendi tomou a decisão de perder peso por causa de sua filha.

Ela disse: “Eu não conseguia imaginar o pensamento dela sendo intimidada na escola. Eu tinha sido maior do que a média na escola e tinha experimentado o bullying em algumas situações. Eu não queria que ela também fosse um objeto de diversão por ter uma mãe gorda.”


PUBLICIDADE

Wendi trocou a torrada com manteiga e queijo do café da manhã por mingau. O presunto e salada de repolho, e os sanduíches do almoço, foram substituídos por uma refeição rica em proteínas e leve, com frango e salada.

Junto com seu novo plano de alimentação saudável, ela começou a frequentar uma academia.

Ela disse: “Eu odiava fazer a academia no início, mas alternando com a corrida, seguido de um pouco de treino e remo, ficou mais variado e interessante.”

Sete meses depois de mudar sua dieta, ela perdeu 50 kg, o que a incentivou a continuar com seu estilo de vida novo e saudável. Em seguida, ela descobriu as aulas de Zumba, que a levaram a uma nova carreira.

Ela explicou: “Eu decidi investigar as aulas de Zumba. Amei a energia e a música, mas em uma aula, o instrutor estava tão entediado e apático que eu pensei: posso fazer melhor do que isso”.

Ela fez um curso de treinamento para se tornar uma professora oficial e deu sua primeira aula em junho de 2011.

Agora Wendi diz que está feliz por sua filha ter uma mãe da qual ela possa se sentir orgulhosa pelo exemplo e corpo de uma vida saudável.

Fonte: Daily Mail

Sair da versão mobile