Gadoo - Notícias e Curiosidades

Mulher resolve ser mãe solo aos 40 e garante nunca ter se sentido tão completa

Compartilhe:

Uma mulher resolveu se tornar mãe após os 40 anos de idade e conseguiu se tornar uma pessoa completa.

Essa é a história de Michele Elizaga, uma mãe que resolveu ter um filho depois dos 40 anos mesmo indo contra os riscos que a idade mais avançada para isso podem ocasionar.

Michele venceu todas as incertezas que a idade poderiam causar, e enfrentou de peito aberto essa experiência.

A mãe de primeira viagem carrega consigo a experiência para cuidar e criar sozinha um filho com síndrome de Down, que requer muito amor e dedicação.

Veja sua bela história:

Completar 40 anos foi um momento importante na vida de Michele

A decisão de se tornar mãe solo ocorreu de maneira inesperada, bem no ano que ela completou 40 anos de vida. Ela sentiu algo diferente, mas ter um filho não passava por sua cabeça. Na verdade ela pensava em encontrar um companheiro, mas um dia uma amiga lhe surpreendeu com a ideia de Michele se tornar mãe.

O caminho para a maternidade começou com um desafio

Pouco tempo depois da conversa com a amiga, ela resolveu seguir em frente e iniciou o processo de inseminação. Ela sabia que suas chances não eram boas, mas o procedimento foi muito simples e demorou menos de 10 minutos. Logo que terminou o processo ela foi para casa fazer um teste de gravidez.

Não demorou muito para Michele estar com seu pequeno Matthew nos braços. Ela passou por cesariana de emergência, e só conheceu o filho cinco horas após o parto (devido à anestesia). Os médicos então lhe informaram que Mathew nasceu com síndrome de Down, e que teria que receber atenção especial da mãe.

Ela ficou com medo de como seus pais reagiriam à gravidez

Quando Michele descobriu que tinha ficado grávida, as primeiras pessoas com quem quis conversar foram seus pais. Eles não imaginavam que seria avós tão tarde, mas se acostumaram com a ideia da filha em ser mãe solo. Assim Michele se sentiu confiante para contar a novidade para suas irmãs e amigas.


PUBLICIDADE

Infelizmente Michele perdeu o pai recentemente. Ele era seu suporte, além de um avô “babão”.

As dificuldades da vida de mãe solo não impedem Michele de manter uma vida ativa

Matthew já tem quase 5 meses, e por isso Michele pôde voltar ao trabalho. Ela na verdade só ficou em casa por 1 mês. Apesar de reconhecer que sua vida é bem mais cansativa do que antes, ela não esconde que jamais se sentiu tão forte e completa como agora.

A mãe ama fazer caminhadas, mas desde que Matthew nasceu não teve mais muito tempo para isso. Porém, devagar ela está descobrindo como integrar o filho à sua rotina, e até comprou uma mochila para levar a crianças em suas trilhas.

Depois que Matthew ficar mais velho ela planeja levá-lo para fazer stand up paddle.

Michele tem algo a dizer para todas as mulheres

A mãe pede para toda pessoa sempre seguir seu coração, viver a vida sem arrependimentos e apenas entrar em relacionamentos em que suas regras sejam respeitadas. Sua vida de mãe solo não é fácil, já que precisa se dedicar e fazer tudo sozinha, mas ela não tem medo de pedir ajuda para cuidar de Matthew quando precisa.

Fonte: Incrívelmicheleelizaga / Instagrammicheleelizaga / Instagram

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo