Gadoo - Notícias e Curiosidades

15 Celebridades que têm orgulho de suas curvas e fortalecem a bandeira do #BeautyBeyondSize

Compartilhe:

Sempre foi muito comum a sociedade dar importância para o corpo, julgando por muito tempo quem estava acima do peso.

Mas isso não se pode dizer ser uma realidade nos dias de hoje. Isso porque muitas pessoas se engajaram em campanhas em defesa do amor próprio, mostrando que é natural e belo se amar do jeitinho que você é.

Assim, o famoso padrão de corpo perfeito caiu por terra e hoje as pessoas não precisam mais se esconder por acreditar que não estão com o corpo ideal. Algo muito comum, principalmente, no mundo feminino – apesar de haver diversos casos onde os homens também sofrem com essa questão.

Mas agora resolvemos trazer algumas mulheres famosas que vão te ajudar a se sentir muito melhor. Elas mudaram com o passar do tempo, e nem por isso se mostram infelizes. Na verdade elas mostram que o importante é sempre se amar.

Ah, elas continuam maravilhosas. Veja só:

1. Amy Schumer

A atriz Amy Schumer costumava brincar com o seu corpo, e isso serviu de material para criar o seu programa Inside Amy Schumer. Mas em um episódio uma pessoa criticou a sua aparência no Instagram. Ela prontamente se defendeu: “Eu gosto da minha aparência. Este é o meu corpo. Eu amo meu corpo porque ele é forte e saudável”.

2. Jennifer Lopez

Apesar da bela imagem que carrega, houve momentos em que ela sentiu muita insegurança em relação principalmente ao bumbum, maior do que as revistas costumam sugerir como padrão: “Eu me lembro de pensar que não era magra o suficiente e que tinha curvas demais. Mas aprendi que se sentir bem e saudável não tem nada a ver com um tipo de corpo específico, é uma coisa completamente individual”.

3. Kelly Clarkson

A cantora passou por mudanças de peso ao longo dos anos. Kelly aprendeu a ignorar os críticos que julgavam a sua aparência: “Eu nunca me importei com o que as pessoas pensam. O importante é se estou feliz, confiante e me sentindo bem. Para mim, isso sempre foi o mais importante. Principalmente agora que tenho uma família; não me importo em agradar os outros ou ser aceita”.

4. Beyoncé

Beyoncé se tornou um ícone para mulheres com curvas ao dizer a palavra “bootylicious”, adicionada ao Oxford English Dictionary em 2004, e definida como “sexualmente atraente”. Ela sempre se orgulhou do corpo e lutou para que todas as mulheres pudessem também se orgulhar do corpo que possuem: “Nós não nos valorizamos o suficiente. Especialmente as jovens, que não sabem apreciar como nosso corpo é brilhante”.

5. Demi Lovato

Demi Lovato enfrentou distúrbios alimentares por quase 10 anos e venceu a batalha. Ela costumava ficar mal e percebeu que não queria que o mesmo ocorresse com outras meninas: “Eu me comparava com as modelos do Instagram, até que um dia eu percebi que alguém precisava mostrar aos meus fãs e a todo o mundo que o que vemos na rede nem sempre é real”. E assim ela decidiu postar fotos sem retoques com a legenda: “Aqui não há espaço entre as coxas, e ainda assim eu me amo”.

6. Lena Dunham

A criadora da série Girls admite que sempre teve relacionamento conturbado com o corpo, mas diz que isso é parte do processo e todos os dias se lembra de se amar: “Eu nunca usei a expressão ‘body positive’ (‘corpo positivo’, em tradução livre), porque o meu relacionamento com minhas curvas e cicatrizes não é um assunto político, é extremamente pessoal e nem sempre positivo. Fico muito feliz com o movimento que valoriza o corpo natural, mas me considero uma pessoa ’tolerante ao corpo’”.

7. Mindy Kaling

Mindy Kaling, atriz, roteirista e produtora lidou com inseguranças por toda a vida, mas agora  é muito bem-sucedida e também muito segura de si mesma: “Chamar uma mulher de gorda ou de feia são apenas armas que os homens usam contra as mulheres e que nós não podemos usar contra eles. Sou bastante resistente às críticas que as pessoas fazem sobre mim porque eu nasci assim, não posso mudar o que a natureza me deu”.

8. Oprah Winfrey

sabedoria de Oprah é realmente incrível: “Penso em todos os anos que perdi me odiando e desejando ser magra. Sentindo culpa por cada croissant, parando de comer carboidratos, fazendo dieta e me preocupando quando não estava fazendo dieta e depois comendo o máximo possível até a próxima dieta. Toda uma energia que eu poderia ter usado em amar quem eu sou”.


PUBLICIDADE

9. Lizzo

Acantora de sucesso aceitou o próprio corpo e a partir de então tudo melhorou: ela começou a curtir a fama e, principalmente, passou a gostar de si mesma. “Lembro que um dia eu parei e pensei: ’Bom, acho que é isso’. Passei vinte e poucos anos acreditando que poderia acordar e ser uma outra garota. Não, você não vai acordar no dia seguinte e ser maior ou menor, nem ser mais clara ou mais escura; seu cabelo não vai crescer de repente. Você vai ser assim para o resto de sua vida. E você precisa estar bem com isso”.

10. Serena Williams

Serena, possivelmente a maior tenista de todos os tempos no mundo feminino, diz o que foi fundamental para que ela conquistasse tudo: “Sempre me disseram que eu era musculosa demais, ou que não era suficientemente bonita para ser uma tenista. Aprendi a ignorar a negatividade, a olhar para dentro de mim e a me amar de verdade […] Amo quem eu sou […] Amo meu corpo, minha pele, minha confiança e me orgulho de tudo sobre mim”.

11. Ashley Graham

Ashley Graham foi a primeira modelo plus size a aparecer na capa da revista Sports Illustrated Swimsuit Issue. A partir daí ela fez todo o mundo da moda começar a alterar as regras do corpo ideal. Ashley defende que o importante de verdade é que as mulheres sejam felizes e saudáveis: “O seu tamanho e as suas curvas não importam. Você pode ser saudável. Nem tudo se resume ao nosso tamanho. O que importa é a nossa mente, o nosso coração, as nossas emoções. Estamos presos demais ao tema do tamanho”.

12. Melissa McCarthy

Melissa McCarthy venceu dois prêmios Emmy e foi indicada ao Oscar e ao Globo de Ouro antes de decidir perder peso. Melissa é  muito autoconfiante e sabe que quem comenda ela é ela própria: “Existe uma questão cultural que faz com que as mulheres estejam sempre se comparando umas com as outras. Quem se veste melhor? Quem é melhor? Em vez disso, e se todas pudessem vencer? Não seria chato se todas fôssemos iguais?”

13. Iskra Lawrence

Iskra Lawrence é uma modelo plus size de muito sucesso, mas no início lutou para tentar se encaixar nos padrões de beleza impostos pela indústria da moda: “Eu não entendia por que o meu corpo tinha tantas curvas e fiquei obcecada com o meu peso. Quando me olhava no espelho, odiava o que via. Um dia, eu disse para mim mesma: ’Ok, eu sou diferente, e é isso que vai me ajudar a trabalhar’. Eu nunca mais quis fazer dieta. A partir do momento que me convenci do que eu era capaz, pude convencer também as agências”.

14. Rihanna

Rihanna confessou que seu peso varia bastante e que ela engorda com facilidade: “Na verdade, tive o prazer de ter um tipo de corpo que varia: um dia eu me encaixo nos padrões magros e no outro em um padrão oversize. Ora preciso mostrar algo, ora preciso esconder”. Mesmo assim ela não permite que isso abale sua confiança.

15. Christina Aguilera

Christina Aguilera também lutou para aprender a conviver com as variações de peso. Mas depois de tantos anos de carreira, ela notou que, independentemente de como ela estiver  sempre haverá uma crítica. Assim ela chegou à conclusão de que a única opinião que importa realmente é a dela: “Eu já passei por altos e baixos, já fui magra demais e gorda demais. Fui criticada por estar nos dois lados da balança. Não ligo mais para isso. Amo o meu corpo”.

Fonte: MICHAEL GERMANA / STAR MAX / EAST NEWSBrian To / WENN.com/agefotostock/East News, Incrível

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo