Gadoo

Bebê é encontrado vivo abraçado à mãe após mulher passar mal e morrer ao volante

Uma mulher grávida morreu ao volante depois de supostamente passar mal há caminho de casa, e filho bebê foi encontrado abraçado a ela após quase um dia todo ter se passado.

Alina Roberts, uma professora de escola primária, de 33 anos, voltava de uma visita que fizera junto do filho, Benjamim, de dois anos, ao zoológico, quando de repente passou mal ao volante.

A professora estava grávida de 22 semanas e morreu a apenas 3 quilômetros de casa.

Alina Roberts, de 33 anos, morreu ao passar mal enquanto dirigia, e filho Benjamim, de dois anos, foi encontrado abraçado ao corpo da mãe cerca de 22 horas depois.

Felizmente ela parou o carro e o estacionou em um bairro residencial, em Long Eaton, Derbyshire, na Inglaterra, quando supostamente passou mal.

O marido, Alex, contou que a esposa havia feito contato com ele e dito que chegaria a casa em 10 minutos. Contudo, com a demora, ele ligou para ela novamente, mas Alina não atendia ao telefone.


PUBLICIDADE

Alex foi atrás da esposa fazendo o possível percurso, mas não a encontrou e contatou a polícia.

Cerca de 22 horas depois os policiais encontraram Alina morta ao volante em Long Eaton. Eles contaram que Benjamim estava abraçado à mãe, vivo, mas certamente muito assustado.

Fonte: Metro e Daily Mail

Sair da versão mobile