Gadoo

Brasileiro se torna alvo de gozações após erro de inglês e acaba sendo contratado por restaurante na Irlanda

O proprietário de um café em Dublin, Irlanda, postou no Facebook uma brincadeira em que “tirava sarro” de um erro ortográfico de um brasileiro, candidato a uma vaga de emprego no estabelecimento, e foi acusado de xenofobia (quem tem desconfiança ou antipatia por pessoas estranhas).

Paul Stenson, proprietário do White Moose Café, publicou na página de sua empresa o seguinte comentário a respeito da entrevista do brasileiro: “Pobre rapaz, sempre que queria dizer ‘cozinha’ (kitchen, em inglês), dizia ‘frango’ (chicken). ‘Eu quero muito ser assistente de frango’. ‘Eu gosto de frango’. ‘Seu frango é grande?’ Nunca foi tão difícil me manter sério em toda minha vida”.

Seu post recebeu mais de 1.300 curtidas e foi compartilhado dezenas de vezes. Apesar disso as pessoas não compartilharam de possíveis gozações. Isso porque alguns brasileiros entenderam que ele estava agindo xenofobicamente. O dono do café ainda disse que tudo foi apenas uma brincadeira mal-entendida por parte de alguns brasileiros, que ainda criaram uma campanha para atacá-lo.

Paul Stenson, proprietário de um café na Irlanda, postou brincadeira sobre erros ortográficos em inglês por parte de brasileiro que conseguiu emprego após gafe. Foto: Facebook

Depois de muita polêmica com internautas brasileiros, Paul anunciou um sanduíche de frango com desconto para brasileiros como “especial do dia”.


PUBLICIDADE

Foto: Facebook

Depois de mais polêmicas e de a página do Café contar com mais de 14 mil avaliações negativas no Facebook, Paul bloqueou o acesso dos brasileiros a ela. Ele ainda recebeu ameaças agressivas na rede social e teve sua carteira de motorista divulgada.

“Quando comecei a receber mensagens com ameaças, percebi que a coisa havia ultrapassado um limite. Não é mais divertido se isso acontece”, afirmou o homem.

Em outra declaração, ele disse: “Não é divertido receber comentários abusivos ou ameaças. Era só brincadeira, por diversão. Nunca disse nada desagradável”.

Por sinal, o candidato foi contratado.

 

Fonte: BBC

Sair da versão mobile