Gadoo

Mãe afirma que seu leite materno mudou drasticamente para salvar a vida de seu bebê

Uma mãe que amamentava seu bebê durante um resfriado acredita que seu leite materno mudou drasticamente para que a infecção da filha fosse combatida.

Mallory Smothers, de Arkansas, EUA, contou no Facebook que recentemente extraiu seu leite, como costumava fazer, antes de colocar a criança para dormir.

Durante a noite a mãe notou que sua filha parecia estar contraindo um resfriado e na manhã seguinte extraiu o próprio leite novamente.

Mais tarde Mallory percebeu uma diferença entre os leites, fotografou-os e postou imagens na rede social compartilhando sua teoria sobre o ocorrido.

A mulher contou ter lido um artigo de uma revista médica. O texto científico tratava da questão da mudança do leite materno para se adequar às necessidades do bebê.

Mallory Smothers, uma mãe dos EUA, acredita que seu leite materno mudou para combater uma infecção contraída por sua filha e postou a história no Facebook. Foto: Mallory Smothers/Facebook

A mãe acrescentou que o estudo, publicado no “Clinical & Translational Immunology Journal”, descobriu que as infecções em mães e bebês pode causar um aumento dos leucócitos (um tipo de glóbulo branco que ajuda a combater infecções) no leite materno.

Foto: Mallory Smothers/Facebook

Ela, então, passou a apontar as semelhanças entre o segundo saco de leite e colostro – leite produzido nos primeiros dias após o nascimento e que é rico em anticorpos e leucócitos. O leite é mais espesso e ainda pode variar de tom “claro” para “amarelo escuro”.


PUBLICIDADE

Foto: Mallory Smothers/Facebook

Desde que foi publicado o post de Mallory foi compartilhado dezenas de milhares de vezes. Cheryl Sheriff, uma parteira, escreveu que faz sentido que o leite mude em resposta à doença do bebê, mas alegou que normalmente as mães não notam essa diferença em seu leite.

Foto: Mallory Smothers/Facebook

A enfermeira e parteira Clare Byam-Cook disse ao Metro.co.uk que a infecção pode entrar no corpo da mãe através da saliva do bebê, resultando em um aumento nos leucócitos do leite.

Ela acrescentou que o leite materno pode variar na cor por diversas razões, incluindo um aumento nos níveis de estresse da mãe.

Fonte: Metro

Sair da versão mobile