Gadoo - Notícias e Curiosidades

Manifestantes tentam acrescentar a palavra “amor” na bandeira do Brasil

Compartilhe:

Um grupo de manifestantes planejou um ato no dia da Bandeira defendendo a inclusão da palavra “amor” antes da tradicional frase “Ordem e Progresso” na bandeira brasileira.

A proposta, que já foi até discutida em outros momentos da história do país, surge para eles como uma mensagem positiva. Eles visam mudar uma sociedade que está dividida em meio à política no país.

O grupo de 20 pessoas tenta sensibilizar a opinião pública para mobilizar o Congresso Nacional. Eles usam até argumentos históricos e culturais.

Proposta por mudança

(Fonte: Shutterstock)

Como já dissemos, essa não é a primeira vez que a ideia de mudar a bandeira nacional surgiu. Antes disso o designer Hans Donner, mais conhecido pelos seus trabalhos na produção de vinhetas para a TV Globo, já tentou alterações.

Agora, além da inclusão da palavra “amor”, o grupo também sugere que a faixa branca que sustenta a frase seja virada com a ponta final direcionada para cima. Com isso eles tentam um foco mais positivo ao lema.

De acordo com a visão do designer alemão, que vive no Brasil há 42 anos, a forma como o símbolo é construído atualmente aponta “inferioridade”.

Donner também crê que os tons de verde e amarelo usados na bandeira possam ser apresentados em degradê, com um visual moderno.

O projeto foi lançado oficialmente no dia 9 de janeiro de 2017, mas a ideia vem sendo trabalhada há mais de uma década. “Meu objetivo é propor uma bandeira positiva, o brasileiro tem um sentimento de inferioridade enraizado, que temos que reverter”, disse Donner em declaração à imprensa na época.


PUBLICIDADE

Críticas ao governo

(Fonte: Shutterstock)

A ideia de mudar a bandeira também tem um viés crítico ao governo. De acordo com os organizadores, o objetivo sempre mantém críticas a Jair Bolsonaro e seus apoiadores. Eles indicam que o presidente teria sequestrado os símbolos nacionais se apropriando do verde e amarelo.

Essa iniciativa se concentra em São Paulo e possui pessoas ligadas às causas sociais, culturais e ambientais.

Alguns dos participantes já foram ligados à ex-candidata à presidência da República, Marina Silva, e ao partido Rede Sustentabilidade. Nenhum deles participa de tal mobilização atualmente.

O grupo batizado como Movimento Amor na Bandeira tem inspiração histórica para sua tentativa.

Inspiração histórica

(Fonte: Wikimedia Commons)

O pensamento do filósofo francês Auguste Comte (1798-1857) sempre foi a inspiração para movimentos do gênero.

O termo “amor” originalmente aparecia na frase da bandeira, mas acabou sendo removido.

Durante a trajetória de Comte como filósofo, ele lançou o lema positivista. “O amor por princípio, a ordem por base e o progresso por fim”, mas apenas as duas últimas partes foram aproveitadas para a bandeira nacional.

Fonte: Megacurioso

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo